fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Gustavo Kuerten, coracao, Roland Garros, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Gustavo Kuerten, coracao, Roland Garros, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Gustavo Kuerten, coracao, Roland Garros, tênis" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Coração de Guga em Paris marca Djokovic
29/05/2014 às 16h58
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Ver Gustavo Kuerten comemorar seu título em Roland Garros desenhando um coração no saibro é a lembrança mais marcante que Novak Djokovic tem do Grand Slam francês. "Quando ele ganhou um de seus três títulos, não me lembro quando, ele desenhou um coração na quadra e se deitou nele. Para mim, aquela foi a melhor comemoração. Foi muito simpático, emocionante, foi quando ele ganhou o coração da França. Ele foi um dos jogadores mais carismáticos do circuito." Djokovic não se lembra em que ano foi isso, mas aconteceu em 2001, quando o catarinense conquistou o tricampeonato. O primeiro título veio de forma surpreendente em 1997, seguido pelo título em 2000.

Comentários