fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Eugenie Bouchard, Carla Suarez Navarro , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Eugenie Bouchard, Carla Suarez Navarro , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Eugenie Bouchard, Carla Suarez Navarro , tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/bouchard/0603_rolandgarros_vibramuito_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/bouchard/0603_rolandgarros_vibramuito_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Bouchard ressalta garra e almeja primeira final
03/06/2014 às 15h26
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/bouchard/0603_rolandgarros_vibramuito_int.jpg" title="Bouchard também disputou a semifinal na Austrália" />

Bouchard também disputou a semifinal na Austrália

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) – Eugenie Bouchard é a única jogadora que chegou às semifinais nos dois primeiros Grand Slam da temporada. A canadense precisou de muita garra para eliminar Carla Suárez Navarro nas quartas de final de Roland Garros, já que esteve uma quebra abaixo nos três sets da partida.

“Foi uma batalha física e emocional tão grande. Eu estava abaixo no placar, mas tentei voltar e lutar no saibro. Estou orgulhosa disso, mas vou continuar. Quero ir melhor do que na Austrália”, disse Bouchard, que enfrenta a russa Maria Sharapova na semifinal em Paris.

A tenista de 20 anos perdia o primeiro set por 5/2, mas reagiu e levou a melhor no tiebreak. Após perder o segundo, Bouchard viu Suárez ter 4/1 no terceiro e virou para 7/5. “Ela é uma ótima jogadora, ainda mais no saibro. Sabia que seria uma batalha e estou orgulhosa do jeito que fiquei no jogo”, afirmou a canadense.

“Já voltei em jogos antes, o tênis é assim, com altos e baixos. Queria não pensar no placar e jogar do jeito certo. Quando arrisquei mais, deu certo. O público me ajudou muito também. O clima da quadra no terceiro estava muito bacana, nas quartas de um Slam”, acrescentou Bouchard.

Nascida em Montreal, Bouchard tem um grande contato com a cultura francesa e acha que isso trouxe a torcida para o seu lado: “Estou feliz por passar mais alguns dias em Paris e estou ansiosa para a semifinal contra a Sharapova. Eu me sinto em casa aqui”.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series