fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Toni Nadal, Novak Djokovic, Roland Garros, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Toni Nadal, Novak Djokovic, Roland Garros, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Toni Nadal, Novak Djokovic, Roland Garros, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0607_rg_treina_tiotoni_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0607_rg_treina_tiotoni_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Tio de Nadal teme duelo com Djokovic na final
07/06/2014 às 15h10
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0607_rg_treina_tiotoni_int.jpg" title="Nadal perdeu os últimos quatro confrontos com Djokovic" />

Nadal perdeu os últimos quatro confrontos com Djokovic

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Todo o histórico de conquistas do espanhol Rafael Nadal em Roland Garros frente à busca pela primeira conquista do sérvio Novak Djokovic no saibro parisiense parece não empolgar o tio e técnico do número 1 do mundo, Toni Nadal, que vê o rival de seu pupilo como favorito para o título neste domingo às 10h (horário de Brasilia).

“É porque ele está muito forte neste momento”, explicou o treinador de Nadal, que vê o sérvio como oponente mais perigoso na atualidade para seu sobrinho. “Preferíamos ter outro adversário nesta final, não posso nem lembrar qual a última vez que Rafa o derrotou”, acrescentou o tio Toni.

Realmente o retrospecto recente do líder do ranking diante de Djokovic não é dos melhores. Nos últimos quatro encontros, o vencedor foi o atleta de Belgrado, que não perde para Nadal desde a final do US Open de 2013. Neste ano os dois se enfrentaram em duas finais, no piso duro de Miami e no saibro de Roma.

Para conquistar a nona taça no saibro parisiense, Toni acredita que Nadal terá que mostrar tudo que sabe. “Rafa tem que jogar pelo menos tão bem quanto fez contra Murray na semifinal, foi quase uma partida perfeita e uma das melhores em Roland Garros”, declarou o treinador do espanhol.

“Ele está treinado muito bem. Os treinos estão excelentes, batendo bem na bola. Por isso acho que tem jogado bem desde o começo do torneio”, acrescentou Toni, deixando de lado os rumores que Nadal esteja sentindo muitas dores nas costas. “Mas finais são diferentes e a dificuldade será muito maior contra Novak Djokovic”, finalizou o tio do canhoto.

Últimas notícias
Comentários