fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Novak Djokovic, Milos Raonic Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Novak Djokovic, Milos Raonic Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Novak Djokovic, Milos Raonic tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0704_wimbledon_voleia_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0704_wimbledon_voleia_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Federer revela orgulho por nova final em Wimbledon
04/07/2014 às 16h19
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/federer/0704_wimbledon_voleia_int.jpg" title="Federer tem ligeira vantagem no histórico contra Djokovic" />

Federer tem ligeira vantagem no histórico contra Djokovic

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - De volta a uma final em Wimbledon depois de dois anos, o suíço Roger Federer se diz orgulhoso por sua campanha. Dono de sete títulos no torneio, o ex-líder do ranking chega à decisão tendo cedido apenas um set e sofrido uma única quebra de saque ao longo de suas seis partidas anteriores na grama britânica.

“Joguei um ótimo tênis, mesmo sob pressão. Não fui bem aqui no ano passado e coloquei muita expectativa em mim mesmo. Agora venho jogado melhor conforme o torneio avança”, disse o heptacampeão, que no ano passado foi surpreendido ainda na segunda rodada. “Um oitavo título significaria muito. Estou incrivelmente orgulhoso e toda vez que venho aqui é especial”, acrescentou o suíço.

Após a vitória na semifinal diante do canadense Milos Raonic, Federer comemorou o desempenho, afirmando estar ciente de que teria de aproveitar as poucas chances cedidas pelo canadense, dono de um dos mais potentes saques no circuito mundial.

“Essa foi uma grande vitória. Eu realmente tive que focar em cada ponto. Sei que sempre é o caso nesta fase, mas hoje seria difícil. Tive que ter muito cuidado em meus games de serviço, porque eu sabia que não teria muitas chances contra o saque dele. Estou muito, muito feliz”, explicou o suíço após aplicar um triplo 6/4 sobre o rival. Ao longo do jogo, Federer obteve apenas quebras de serviço e não permitiu nenhuma. Além disso, o suíço liderou a estatística de pontos vencidos no saque do adversário, 28 a 19.

Na grande final do próximo domingo, Federer enfrentará o sérvio Novak Djokovic. Com uma ligeira vantagem no confronto direto, 18 a 16, Federer prevê um duelo equilibrado diante do campeão de 2011. “É muito bom jogar contra Novak. Nós sempre fazemos boas partidas, ele é um grande campeão e está acostumado estas ocasiões também. Ele já tem este troféu também, então sabe como fazê-lo. Espero que seja um bom jogo”. 

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series