fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Ivan Dodig, Steve Johnson Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Ivan Dodig, Steve Johnson Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Kei Nishikori, Ivan Dodig, Steve Johnson tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/nishikori/0120_melbourne_rebate_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/nishikori/0120_melbourne_rebate_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Nishikori se sente perto de seu melhor tênis
22/01/2015 às 05h17
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/nishikori/0120_melbourne_rebate_int.jpg" title="Nishikori enfrentará sacador americano na 3ª rodada" />

Nishikori enfrentará sacador americano na 3ª rodada

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Depois de vencer um duelo difícil contra Ivan Dodig, Kei Nishikori deixou a quadra satisfeito com seu desempenho. Ainda que não se sinta 100%, o japonês acredita que está próximo de jogar seu melhor tênis e confia em uma evolução gradual ao longo do torneio.

"Acho que estou chegando perto", disse Nishikori, que derrotou Dodig por 4/6, 7/5, 6/2 e 7/6 (7-0). "Talvez nas primeiras partidas eu não tenha jogado 100%, mas ainda assim consegui vencê-las bem em três e quatro sets. Estou jogando bem e esta partida vai ajudar para a próxima", acrescentou.

"Ele (Dodig) estava jogando muito bem, especialmente nos dois primeiros sets. Ele era muito agressivo, devolvia bem, enquanto eu vinha com dificuldades nos meus games de serviço", avaliou o japonês, número 5 do ranking.
"Mas no final do terceiro e também no quarto set, comecei a jogar um tênis mais agressivo e melhor", complementou o jogador de 25 anos.

Na terceira rodada, Nishikori enfrenta o sacador norte-americano Steve Johnson, 38º colocado, a quem derrotou recentemente no ATP de Brisbane e também na grama alemã de Halle no ano passado. Conhecendo bem o rival, o japonês espera mais um duelo equilibrado.

"Ele é jogador difícil. Tem um ótimo saque, por isso não será fácil de quebrá-lo. Além de um grande forehand, que pode bater de qualquer lugar. Nossas duas partidas foram parelhas e preciso estar pronto".

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series