fiogf49gjkf0dNovak Djokovic, Rafael Nadal, Tim Smyczek, Viktor Troicki, Australian OpenCopa Davis" /> fiogf49gjkf0dNovak Djokovic, Rafael Nadal, Tim Smyczek, Viktor Troicki, Australian OpenCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0dNovak Djokovic, Rafael Nadal, Tim Smyczek, Viktor Troicki, Australian Opentênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0122_ausopen_autografos_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0122_ausopen_autografos_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Djokovic enaltece atitude de norte-americano
22/01/2015 às 09h34
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/djokovic/0122_ausopen_autografos_int.jpg" title="Djokovic precisou de menos de 90 minutos para avançar" />

Djokovic precisou de menos de 90 minutos para avançar

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - O sérvio Novak Djokovic teve mais uma vitória tranquila neste Australian Open. Pela segunda rodada do torneio, nesta quinta-feira, ele passou fácil pelo russo Andrey Kuznetsov, cedendo apenas cinco games ao rival. Seu desempenho nas primeiras rodadas em Melbourne tem sido tão bom que desde 2007 ele perdeu apenas dois sets nestas rodadas.

Sem ter uma explicação exata para isso, o número 1 do mundo apenas acredita que o ambiente do torneio o ajude a conseguir resultados tão bons. “É meu Grand Slam de maior sucesso, onde tenho jogado meu melhor tênis nos últimos anos. Por ser no começo do ano, estamos todos descansados e motivados, talvez isso me deixe mais confortável”, opinou.

Enquanto o sérvio avança sem sustos, o espanhol Rafael Nadal teve muito trabalho para vencer seu segundo jogo, precisando de cinco sets para derrubar o norte-americano Tim Smyczek. “Não vi a partida inteira, só os últimos games do quinto set. Ele estava lutando e mereceu vencer”, comentou o tenista de Belgrado

“Definitivamente, não esperava vê-lo jogando quatro horas contra Smyczek”, acrescentou Djokovic, que rasgou elogios à atitude do norte-americano no fim do jogo, deixando que Nadal voltasse ao primeiro saque em um ponto em que houve barulho da torcida na hora do serviço. “Vi um grande gesto de esportividade vindo de Smyczek, ele foi um verdadeiro cavalheiro. É algo em que as pessoas devem pensar, não é muito comum no esporte hoje em dia”, elogiou.

O sérvio não quis comentar o estado físico de Nadal, dizendo que o espanhol responderia melhor do que ele. Por outro lado, o sérvio lembrou que lesões fazem parte da carreira dos atletas. “Lesões são coisas que acontecem, principalmente para tenistas, que são pessoas que colocam o corpo e a mente à prova viajando, mudando de fuso, de superfície e condições de jogo”.

Além de falar sobre a partida anterior de Nadal, o número 1 do mundo também foi questionado sobre o desempenho do compatriota Viktor Troicki, que voltou às quadras no fim do ano passado depois de enfrentar problemas com o antidoping. “Ele fez um trabalho incrível para chegar perto do top 50 em apenas seis meses. Viktor é um jogador diferente do que era dois anos atrás, essa experiência que ele teve o fez mais forte”, declarou Djokovic.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series