fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Grigor Dimitrov, Nick Kyrgios, Australian Open, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Grigor Dimitrov, Nick Kyrgios, Australian Open, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Grigor Dimitrov, Nick Kyrgios, Australian Open, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0125_ausopen_lingua_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0125_ausopen_lingua_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Murray leva a melhor em jogão contra Dimitrov
25/01/2015 às 11h31
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0125_ausopen_lingua_int.jpg" title="Murray bateu Dimitrov peça quinta vez em sete jogos" />

Murray bateu Dimitrov peça quinta vez em sete jogos

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Foi uma verdadeira batalha de nervos, muito disputada e que fez valer o ingresso de quem estava na Rod Laver Arena. No fim das contas, o britânico fez valer a maior experiência em relação ao búlgaro Grigor Dimitrov e ficou com uma apertada vitória em quatro sets, definida com o placar final de 6/4, 6/7 (5-7), 6/3 e 7/5, depois de 3h31 de confronto.

Pelas quartas de final do Australian Open, o número 6 do mundo irá medir forças com o jovem atleta da casa Nick Kyrgios, que acabou com a festa do italiano Andreas Seppi, algoz do suíço Roger Federer, com uma incrível virada após perder os dois primeiros sets. Será a segunda vez que o australiano de 19 anos irá enfrentar Murray, que levou a melhor no solitário embate.

Dimitrov largou melhor e abriu 3/0 logo de cara. Só que aos poucos o britânico foi entrando no jogo e se recuperou da desvantagem no quinto game. Com o placar igual e Murray melhor em quadra, ele aproveitou o melhor momento para superar novamente o saque do búlgaro e sacar em seguida em 5/4, confirmando o serviço para largar na frente.

No segundo set, Murray seguiu levemente melhor do que o búlgaro, tanto que esteve com quebra de vantagem em duas oportunidades. Contudo, em ambas ele permitiu a reação de Dimitrov, que chegou a ver o britânico sacar em 6/5, mas se salvou e levou a definição para o tiebreak, em que foi melhor e assim empatou o jogo.

Apesar de ter vencido a parcial anterior, o búlgaro seguiu pior do que Murray, tanto que sofreu bem mais com o saque do que o rival. No quarto game, ele salvou quatro break-pints, mas no oitavo não resistiu a mais três e acabou superado. O britânico confirmou o serviço no nono e voltou a ficar à frente.

O quarto set teve uma quebra prematura para Dimitrov, que abriu 3/0, chegou a ter um set-point quando Murray sacava em 2/5. Depois disso, o jogo foi do britânico, que foi consistente e contou com vacilos e erros do búlgaro para anotar uma sequência de cinco games, com duas quebras a seu favor, para selar a vaga nas quartas de final em Melbourne.

A raiva de Dimitrov em permitir tal virada para o escocês de Dunblane foi tamanha que ao sofrer a segunda quebra da quarta parcial, ele jogou sua raquete ao chão com tudo, terminando depois de fazer o serviço com os pés. Murray, que não tinha nada com isso, foi ao saque e fechou o jogo, com direito a bola na fita no ponto decisivo.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series