fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
John McEnroe, Andy Murray, Copa Davis Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
John McEnroe, Andy Murray, Copa Davis Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
John McEnroe, Andy Murray, Copa Davis tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0308_davis_recebe_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0308_davis_recebe_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
McEnroe vê pressão, mas aposta em Murray
12/11/2015 às 11h55
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0308_davis_recebe_int.jpg" title="Número 1 do país venceu os oito jogos que fez neste ano" />

Número 1 do país venceu os oito jogos que fez neste ano

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Dono de um dos currículos mais vitoriosos da Copa Davis, o norte-americano John McEnroe deu seu palpite para a decisão que acontecerá entre 27 e 29 de novembro. Apesar de jogar fora de casa e no saibro, os britânicos são favoritos diante da Bélgica, segundo o ex-número 1.

Para explicar seu ponto de vista, McEnroe cita a semifinal, contra a Austrália, e aposta que Andy Murray tem condições de ganhar três pontos. O número 1 dos britânicos venceu seus seis jogos de simples nesta edição e nas quartas e na semifinal ajudou a marcar o ponto de duplas, com o irmão Jamie.

“Para mim, a Grã Bretanha deve ganhar”, disse o americano ao The Telegraph. “Vai haver pressão para Murray, mas o jeito como ele lidou com isso contra a Austrália, ele vai saber lidar de novo e ganhar dois jogos de simples. E seria legal que ele vencesse de novo com seu irmão”.

McEnroe até arriscou o “tamanho” do favoritismo dos visitantes. “Os britânicos, definitivamente, são os favoritos. É mais difícil jogar fora de casa, mas eu escolho a Grã Bretanha. Mesmo com o segundo simplista eles têm uma chance. Deveriam ganhar esse confronto em oito de 10 vezes. Não quero colocar pressão, mas eles devem ganhar”.

A Grã Bretanha tenta o primeiro título desde 1936 e não disputa uma final desde 1978. Há 37 anos, McEnroe foi um dos algozes dos britânicos na decisão, vencendo duas partidas de simples com apenas 19 anos de idade, em decisão na Califórnia.

O histórico do canhoto na Copa Davis é notável. Ele é o jogador que defendeu os Estados Unidos em mais confrontos (30) e o que mais venceu em simples (41-8) e no total (59-10). McEnroe esteve na equipe americana em seis finais da competição e levantou o troféu cinco vezes.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series