fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Goffin, Steve Darcis, Andy Murray, Copa Davis, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Goffin, Steve Darcis, Andy Murray, Copa Davis, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Goffin, Steve Darcis, Andy Murray, Copa Davis, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/goffin/1124_davis_treina_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/goffin/1124_davis_treina_back_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Goffin quer esquecer última derrota antes da final
24/11/2015 às 16h15
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/goffin/1124_davis_treina_back_int.jpg" title="Belga destaca condições de jogo diferentes em Ghent" />

Belga destaca condições de jogo diferentes em Ghent

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Ghent (Bélgica) - O belga David Goffin não teve um bom final de ano na ATP, mas pode se recuperar no final de semana. O número 16 do mundo terá a missão de liderar o seu país ao inédito título da Copa Davis, no saibro de Ghent, contra a Grã Bretanha.

O último jogo do número 1 da Bélgica nesta temporada foi contra o britânico Andy Murray, provável rival no domingo, no quarto ponto do duelo. No Masters 1000 de Paris, há três semanas, o vice-líder do ranking mundial atropelou, com parciais de 6/1 e 6/0. Em apenas 53 minutos, Murray venceu 90% dos pontos com o primeiro serviço (18 de 20) e 79% ao devolver o segundo saque do rival (18 de 23).

Para Goffin, o possível reencontro na Bélgica será bem diferente. “Eu não joguei muito bem, Andy foi muito agressivo. Ele fez um jogo inacreditável. Mas as condições aqui são diferentes, é um jogo completamente diferente, em outra superfície. Eu tenho que esquecer aquele jogo e pensar nas partidas do fim de semana”, disse em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Um aspecto favorável aos mandantes é que o belga tem retrospecto de 11-2 em jogos de simples na Copa Davis e venceu seus últimos sete jogos – quatro na campanha deste ano.

Atual número 84 do mundo, Steve Darcis deve ser o número 2 da Bélgica e chega com mais incertezas. O jogador de 31 anos, responsável pelo quinto e decisivo ponto na semifinal, encerrou a temporada há mais de um mês, com uma lesão no tornozelo, quando abandonou as oitavas de final do ATP 250 de Estocolmo.

“Eu me sinto muito bem agora. Terminei o ano muito cedo e pude descansar. Tenho treinado no saibro há três semanas, então me sinto muito bem”, garantiu Darcis, que tem 17-8 em partidas de simples na Copa Davis e 10-1 no saibro.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series