fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Agnieszka Radwanska, Angelique Kerber, Steffi Graf, Australian OpenCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Agnieszka Radwanska, Angelique Kerber, Steffi Graf, Australian OpenCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Serena Williams, Agnieszka Radwanska, Angelique Kerber, Steffi Graf, Australian Opentênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0128_ausopen_celebra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0128_ausopen_celebra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
Serena diz que quando joga bem e dificil perder
28/01/2016 às 05h16
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/serena/0128_ausopen_celebra_int.jpg" title="Serena pode igualar recorde de Slam da Era Aberta" />

Serena pode igualar recorde de Slam da Era Aberta

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Com uma atuação de gala, a norte-americana Serena Williams garantiu sua presença na final do Australian Open, onde vai buscar sua sétima conquista. A número 1 do mundo não deu chances para a polonesa Agnieszka Radwnaksa, na primeira semifinal desta quinta-feira, e triunfou com direito a "pneu" no primeiro set.

"Acho que joguei muito bem no começo, especialmente no primeiro set. Consegui fazer tudo o que precisava. Acertei todas as bolas e quase não cometi erros, algo que é difícil de se fazer", afirmou a caçula das irmãs Williams, que não veio com falsa modéstia ao analisar sua capacidade. "Quando jogo o meu melhor é difícil me derrotar", disse Serena.

Mesmo com tanta confiança e si mesma, a norte-americana sabe que não pode subestimar as adversárias. "Eu me preocupo em todas as partidas, fico tão nervosa quanto minha próxima adversária. Sempre que enfrento uma adversária dura, alguém que já me venceu, penso que posso ser derrotada e por isso tenho que manter o meu foco",

Um exemplo de como Serena não deixa sua ótima fase, tendo perdido apenas 17 games em todo o torneio, a empolgar em excesso é sua convicção que mesmo jogando tão bem, sua ótima sequência pode ser parada. E a próxima a ter essa missão de tentar vencer a norte-americana será a alemã Angelique Kerber, que na outra semi do dia acabou com a festa da surpreendente britânica Johanna Konta.

"Ela tirou uma oponente dura como Victoria. Não posso subestimar Kerber, que tem sido bastante consistente no último ano. Com certeza não vai ser fácil", comentou Serena a respeito de sua adversária na final. Ela enfrentou Kerber em seis oportunidades até então e levou a melhor cinco vezes, perdendo em 2012, no Premier de Cincinnati.

Apesar de ter alcançado a final, Serena revelou que não chegou em Melbourne pensando em ir tão longe. "Não imaginava que fosse perder na primeira rodada, mas também não pensava em chegar à final. Encarei uma partida por vez", declarou a número 1 do mundo.

Prestes a igualar a marca de 22 títulos de Grand Slam da alemã Steffi Graf, recordista de conquistas nos quatro principais torneios do circuito desde a Era Aberta, Serena prefere não pensar muito neste assunto. "Tenho tentado esquecer isso. Também estava a um título de empatar no ano passado e não consegui. Se não vencer no sábado, continuarei na mesma", comentou a caçula das irmãs Williams.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series