fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova, meldonium , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova, meldonium , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova, meldonium , tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/sharapova/0126_ausopen_toalha_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/sharapova/0126_ausopen_toalha_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Quase 500 usaram meldonium nos Jogos Europeus
09/03/2016 às 17h40
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/sharapova/0126_ausopen_toalha_int.jpg" title="Sharapova foi pega por exame feito no Australian Open" />

Sharapova foi pega por exame feito no Australian Open

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - O uso do meldonium pode parecer novidade para o público em geral, mas para quem trabalha com medicina esportiva o caso envolvendo a russa Maria Sharapova não é algo inédito. No ano passado, quando a substância era permitida pela Agência Mundial Antidoping (Wada), pelo menos 490 atletas usaram a droga nos Jogos Europeus.

Um estudo publicado pelo British Journal of Sports Medicine (BJSM) revelou que pelo menos 490 dos 6 mil atletas que estiveram em ação nos Jogos Europeus, em Baku, durante junho do ano passado, ingeriram a substância que ajuda na recuperação e melhora a resistência.

Em colaboração com a Wada, o estudo contribuiu para que a entidade introduzisse a droga entre as substâncias poribidas a partir de primeiro de janeiro de 2016. Segundo ele, 13 medalhistas da competição consumiram meldonium, medicamento que foi encontrado em atletas de 15 dos 21 esportes do programa dos Jogos Europeus.

Das 762 amostras de urina, 66 tinham vestígios de meldonium. O BJSM acredita que quase 500 dos atletas, mais de 8% do total de competidores do evento, estariam ingerindo a substância, que só pode ser comercializada em sete dos 21 países participantes da competição.

"O estudo revela o uso inapropriado e além do previsto para a droga", afirmou um dos estudiosos. "É evidente que o uso desta droga se realiza com a intenção de melhorar a recuperação ou aumentar o rendimento, o que seria uma violação ao espírito esportivo", concluiu a publicação britânica.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Suzana Silva
ProSpin