fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Rogerio Silva, Richard Gasquet, Gilles Simon, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Rogerio Silva, Richard Gasquet, Gilles Simon, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Bellucci, Rogerio Silva, Richard Gasquet, Gilles Simon, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0427_estoril_toss_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0427_estoril_toss_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Bellucci e Rogerinho enfrentam favoritos franceses
20/05/2016 às 07h55
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0427_estoril_toss_int.jpg" title="Rogerinho disputará Roland Garros pela terceira vez" />

Rogerinho disputará Roland Garros pela terceira vez

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - O sorteio da chave principal masculina de Roland Garros não favoreceu os dois únicos represenantes brasileiros e postulantes à vaga olímpica no Rio de Janeiro. Thomaz Bellucci e Rogério Silva terão de enfrentar logo na estreia dois jogadores da casa e ainda por cima cabeças de chave da competição. A data das estreias ainda não foi determinada.

Bellucci, que vem de grande campanha em Roma mas decepcionou com fraca atuação em Genebra nesta semana, terá de encarar nada menos que Richard Gasquet, cabeça 9 e atual número 10 do ranking internacional. Este será o quarto duelo entre eles e o francês levou a melhor em todos, incluindo uma em Roland Garros de 2011. Na temporda seguinte, o brasileiro deu muito trabalho no saibro de Madri e ficou bem perto da vitória, com parciais de 4/6, 6/4 e 7/6.

A principal esperança do canhoto brasileiro pode estar no fato de Gasquet sempre ter tido dificuldade em jogar bem diante em Roland Garros. Em toda sua carreira, jamais atingiu as quartas de final, tendo parado na quarta rodada nas três vezes que chegou lá, a primeira deles somente em 2011. Curiosamente, detém a marca de mais jovem tenista a disputar o torneio na Era Profissional, aos 15 anos e 11 meses.

A tarefa de Rogerinho também é bem difícil. Ele terá pela frente Gilles Simon, cabeça 16, que não é um verdadeiro especialista em saibro mas já atingiu as oitavas de final de Roland Garros em três oportunidades, incluindo a temporada passada em que só parou diante do eventual campeão Stan Wawrinka.

Bellucci disputará o Slam francês pela oitava vez em sua carreira. O principal resultado veio em 2010, ao atingir pela primeira e única vez as oitavas de final de um torneio dessa categoria. Nos dois últimos anos, parou na segunda rodada e por isso defende mais 45 pontos no ranking. Rogerinho por sua vez entrou nas edições de 2012 e 2013 e parou diante de John Isner e Ernests Gulbis. Para sonhar com a vaga olímpica, ele precisará de ao menos duas vitórias. 

Últimas notícias
Comentários