fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Tatjana Maria, Alizé Cornet, Roland Garros Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Tatjana Maria, Alizé Cornet, Roland Garros Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Tatjana Maria, Alizé Cornet, Roland Garros tênis" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Alema pode processar Cornet por ma atitude
27/05/2016 às 11h23
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - A breve discussão entre a alemã Tatjana Maria e a francesa Alizé Cornet aparentemente não vai ficar apenas nos segundos em que elas se encararam após a vitória da francesa, na última quinta-feira, pela segunda rodada de Roland Garros. A germânica reclamou da rival na coletiva de imprensa e pode tomar ações legais contra ela.

Segundo informou o ex-tenista Michael Llodra em um canal de TV francês, Maria estaria considerando procurar um meio legal de contestar as ações de Cornet e da WTA. A alemã saiu de quadra indignada com os pedidos de atendimento médico da francesa, acusando a rival de inventar uma lesão para receber atendimento médico no fim do segundo set. 

"Ela levou 15 minutos no atendimento. Não é um jogo justo o que ela faz. Ela tinha cãibras e pediu o fisioterapeuta para a perna esquerda porque a perna direita estava com cãibras", reclamou Maria, lembrando que as tenistas não podem ser atendidas por causa da cãibras.

A alemã não se contentou em criticar apenas a postura de Cornet nos atendimentos médicos e reclamou também da enrolação que fazia entre os pontos, prolongar o intervalo para se recuperar fisicamente para a próxima disputa. "Todo mundo fala sobre os vinte segundos entre pontos. O árbitro deu-lhe (Cornet) um primeiro aviso, mas depois não fez mais nada", disparou.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series