fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Andre Sa, Roland Garros, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Andre Sa, Roland Garros, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Andre Sa, Roland Garros, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/melo/0527_rg_voleia_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/melo/0527_rg_voleia_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Melo e Dodig batem franceses e estao nas oitavas
27/05/2016 às 13h58
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/melo/0527_rg_voleia_int.jpg" title="Melo só segue como número 1 com título em RG" />

Melo só segue como número 1 com título em RG

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Continua firme a caminha dos atuais campeões de Roland Garros. O mineiro Marcelo Melo e croata Ivan Dodig garantiram vaga nas oitavas de final do torneio nesta sexta-feira, vencendo em sets diretos a dupla francesa formada por Tristan Lamasine e Albano Olivetti, com parciais de 6/2 e 6/4, depois de 1h15 de confronto.

Na próxima rodada, Melo pode ter pela frente o compatriota André Sá, que joga ao ado do australiano Chris Guccione. Para que isso aconteça, o mineiro precisa derrubar a parceria do argetnino Leonardo Mayer com o português João Sousa. 

Atual número 1 do mundo, Melo deu um passo importante para a manutenção da liderança, mas sabe que não depende apenas de suas forças para seguir na ponta. Ele precisa conquista o bi e ainda depende de resultados negativos dos principais concorrentes, torcendo para que o britânico Jamie Murray e o francês Nicolas Mahut não alcancem as quartas de final.

O jogo começou muito bem para a dupla mineiro-croata, que logo de cara conseguiu uma importante quebra para dar tranquilidade. Melo e Dodig repetiram a dose ainda mais uma vez antes do fim do primeiro set e largaram na frente. 

A segunda parcial foi mais equilibrada e as chances para os campeões de 2015 em Paris foram menores. Eles tiveram break-points apenas em um game, no sétimo, desperdiçando os três primeiros e aproveitando o quarto. Bastou a administração da dianteira para que Melo e Dodig selassem a vitória sobre os rivais franceses.

Últimas notícias
Comentários