fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Mikhail Kukushkin, Robin Haase, Prostejov, Jogos OlimpicosCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Mikhail Kukushkin, Robin Haase, Prostejov, Jogos OlimpicosCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Mikhail Kukushkin, Robin Haase, Prostejov, Jogos Olimpicostênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0523_rg_saca_int.gif" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0523_rg_saca_int.gif" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Rogerinho joga em Prostejov de olho nas Olimpiadas
29/05/2016 às 10h20
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/rogerinho/0523_rg_saca_int.gif" title="Rogerinho ainda tem chances de jogar as Olimpíadas" />

Rogerinho ainda tem chances de jogar as Olimpíadas

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Prostejov (República Tcheca) - Ainda sonhando com uma vaga nos Jogos Olímpicos, o paulista Rogério Silva tem uma última oportunidade de somar pontos e brigar por um lugar no Rio. Ele entra como cabeça de chave número 7 no challenger de Prostejov e precisa de uma boa campanha para sonhar com uma vaga olímpica.

Rogerinho vai abrir sua campanha no saibro tcheco contra o perigoso argentino Facundo Bagnis, não deve ter dificuldade na segunda rodada e só vê a chave complicar novamente a partir das quarta, quando pode cruzar com o espanhol Iñigo Cervantes, quarto mais bem cotado. 

Na semi, os dois possíveis oponentes são o lituano Ricardas Berankis, atual 50 do mundo e principal favorito, e o holandês Robin Haase, cabeça d chave 8 e um dos que briga pelas últimas vagas nos Jogos do Rio.

Do outro lado da chave, o tcheco Lukas Rosol puxa a fila como segundo pré-classificado e abre campanha contra o georgiano Nikoloz Basilashvili. Ele pode cruzar com o bósnio Damir Dzumhur nas quartas e na semi podem vir o compatriota Jiri Vesely ou o cazaque Mikhail Kukushkin, outro na disputa pelos últimos lugares nas Olimpíadas. 

A projeção do ranking pós-Roland Garros, aquele que vale para a classificação olímpica, tem como o último entrando na chave o russo Mikhail Youzhny, na 74ª colocação (contando as ausências e o limite de quatro jogadores por país). Rogerinho estaria no 83º posto, com 23 pontos de diferença para Youzhny, precisando ir às semifinais para tirar esta desvantagem.

Últimas notícias
Comentários