fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Richard Gasquet, Roland Garros Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Richard Gasquet, Roland Garros Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Richard Gasquet, Roland Garros tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/murray/0529_rg_punhocerrado_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/murray/0529_rg_punhocerrado_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Murray esta ha dez anos sem perder para anfitrioes
30/05/2016 às 15h49
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/murray/0529_rg_punhocerrado_int.jpg" title="Britânico venceu 15 seguidas contra anfitriões em Slam" />

Britânico venceu 15 seguidas contra anfitriões em Slam

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Se há um homem a atual geração do tênis que conhece a pressão por jogar um Grand Slam em casa, este é Andy Murray. Responsável por quebrar um jejum de 77 anos sem títulos de britânicos em Wimbledon, o número 2 do mundo defende uma longa invencibilidade contra outros anfitriões em Slam.

Visitante indigesto, Murray não perde de um anfitrião em Grand Slam desde 2006, quando caiu diante de Gael Monfils na primeira rodada de Roland Garros. Desde então, são quinze vitórias seguidas contra jogadores da casa, sendo sete na França, quatro na Austrália e outras quatro nos Estados Unidos. Curiosamente, ele nunca enfrentou outro britânico em Wimblebdon.

Murray terá a chance de colocar essa invencibilidade à prova nas quartas de final de Roland Garros ao enfrentar Richard Gasquet nas quartas de final. "Obviamente, o clima do jogo vai estar difícil, mas eu não me importo com isso. Joguei várias vezes contra franceses aqui em e eu lidei muito bem".

O histórico de Murray contra Gasquet é de 7 a 3 para o britânico, que ainda venceu dois duelos anteriores no saibro de Roland Garros. Na atual campanha em Paris, o britânico já eliminou um jogador da casa, quando venceu a partida de cinco sets na segunda rodada contra Mathias Bourgue.

Adversário de Murray às 9h (de Brasília) desta terça-feira, Gasquet fez questão de elogiar o potenical do britânico. "Ele é um grande competidor, fisicamente perfeito, comete pouquíssimos erros, e também se defende muito bem".

"Ele está confiante, teve um começo surpreendentemente difícil no torneio, mas jogou muito bem em Roma e Madrid. Ele é o número 2 do mundo porque é um grande jogador", avaliou. "Nós já nos enfrentamos algumas vezes. Ele sempre me venceu em Grand Slam, mas eu gostaria de mudar essa maré".

Últimas notícias
Comentários