fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stan Wawrinka, Albert Ramos-Vinolas, Roland Garros Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stan Wawrinka, Albert Ramos-Vinolas, Roland Garros Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Stan Wawrinka, Albert Ramos-Vinolas, Roland Garros tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/wawrinka/0601_rg_fore_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/wawrinka/0601_rg_fore_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Wawrinka domina espanhol e garante vaga na semi
01/06/2016 às 12h19
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2016/wawrinka/0601_rg_fore_int.jpg" title="Wawrinka tenta o bicampeonato em Roland garros" />

Wawrinka tenta o bicampeonato em Roland garros

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Atual campeão de Roland Garros, o suíço Stan Wawrinka é o primeiro semifinalista do torneio em 2016. Nesta quarta-feira, ele assegurou sua vaga na penúltima rodada ao bater com tranquilidade o canhoto espanhol Albert Ramos, dominando o jogo do princípio ao fim e fechando com parciais de 6/2, 6/1 e 7/6 (9-7), depois de 1h58 de confronto.

O próximo obstáculo do suíço rumo à final sairá do duelo entre o britânico Andy Murray, cabeça de chave número 2, e o francês Ricahrd Gasquet. Wawrinka tem retrospecto negativo contra o escocês, que soma oito vitórias e sete derrotas, e também contra o atleta da casa, que vence duas e perdeu uma. 

Stan dominou o espanhol na maior parte do jogo, com golpes muito mais potentes e atacando bastante o saque de Ramos. Esta tática fez com que o suíço levasse sem problemas os dois primeiros sets, cedendo dois games ao rival no primeiro e apenas um no segundo. O duelo só foi se equilibrar um pouco mais no terceiro.

Depois de sair com uma quebra de desvantagem, Ramos conseguiu correr atrás e deixou tudo igual no 4/4. Sem novos breaks para ambos os lados a definição foi para o tiebreak, no qual Wawrinka fez valer o favoritismo e a maior categoria derrubando o espanhol pela sétima vez em sete encontros, dois deles em Grand Slam.

O saque de Wawrinka foi dominante, lhe dando 73% dos pontos de serviço. Mesmo assim ele foi quebrado uma vez, devolvendo com cinco quebras em 11 oportunidades. O suíço teve uma diferença arrasadora nas bolas vencedoras (49 a 10), mas também viu a ousadia causar um número maior de erros não forçados (43 a 26).

Últimas notícias
Comentários