Notícias | Dia a dia
Nadal arrasa e busca fim do jejum na quadra dura
03/03/2017 às 23h27

Nadal ganhou dois troféus em Acapulco, porém sobre o saibro

Foto: Arquivo

Acapulco (México) - Com um tênis bem mais agressivo, o espanhol Rafael Nadal deu poucas oportunidades ao croata Marin Cilic e avançou para a final do ATP 500 de Acapulco ao anotar o devastador placar de 6/1 e 6/2.

Ele tentará neste sábado o tricampeonato no torneio e o 70º título da carreira. Ao mesmo tempo, tenta encerrar um jejum de mais de três temporadas sem conquistas sobre a quadra sintética. Seu último troféu no piso duro veio em janeiro de 2014, em Doha.

Seu adversário sairá da segunda semifinal, marcada para a madrugada deste sábado, entre o australiano Nick Kyrgios e o norte-americano Sam Querrey. O espanhol ganhou uma e perdeu outra diante de Kyrgios e tem quatro vitórias em cima do americano.

Nadal assumiu postura ofensiva desde o começo da partida contra CIlic e explorou muito bem a tradicional falta de mobilidade do adversário. Com rapidez e eficiência, Rafa saltou para 5/0 e só então o croata ganhou um game e teve quatro chances de quebra, sem sucesso.

Cilic voltou a perder o serviço logo na abertura do segundo set e desperdiçou mais dois break-points no segundo e quarto games. Nadal manteve uma posição mais próxima da linha e fez lances espetaculares de contraataque.

Esta será a segunda final de Rafa na temporada, após o vice do Australian Open. Ele não ergue um troféu desde o saibro de Barcelona, em maio.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis