Notícias | Copa Davis
Bellucci, Monteiro e mineiros chamados para a Davis
21/03/2017 às 15h08

Brasil vai repetir a equipe que jogou o playoff do ano passado contra a Bélgica fora de casa

Foto: Cristiano Andujar/CBT

Florianópolis (SC) - O capitão brasileiro na Copa Davis, João Zwetsch, divulgou nesta terça-feira a convocação para o confronto com o Equador, que vale vaga na repescagem do Grupo Mundial da Copa Davis, nos dias 7, 8 e 9 de abril, na cidade de Ambato, no Equador.

Sem surpresas, o paulista Thomaz Bellucci, o cearense Thiago Monteiro e os mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo serão foram os escolhidos para defender as cores nacionais. Além dos convocados, o time terá como reserva o gaúcho Orlando Luz e o juvenil paulista Gabriel Decamps para os treinos.

“A equipe adversária é boa, competitiva, como já vimos aqui no ano passado. Esperamos um confronto difícil, sobretudo pelo local e a altitude de 2.500 metros. É um confronto importante para podermos ter uma oportunidade de voltar ao Grupo Mundial e estão todos focados nesse objetivo”, analisou Zwetsch. 

O time equatoriano escolheu como local da disputa as quadras de saibro do Club Tungurahua, que fica na cidade de Ambato, localizada na região central do Equador, a 158 km da capital Quito e cerca de 2.500 metros acima do nível do mar. “As condições de jogo não são fáceis pela altitude e pelo confronto ser fora de casa. Vamos precisar de alguns dias de adaptação para poder render tudo o que a nossa equipe pode render”, avaliou Bellucci.

Em sua segunda aparição na Davis, Monteiro comemorou o retorno à equipe. "Estou muito feliz de poder representar o Brasil em mais uma Copa Davis. Só tenho a agradecer a confiança do capitão João Zwetsch e da Confederação. Espero poder contribuir com o time e dar o meu melhor porque sei o quanto é difícil conquistar uma vaga em uma competição como essa. Estou bem preparado e espero que possamos conquistar essa vitória”, afirmou o cearense. 

"É muito especial ser convocado. As condições serão difíceis, mas estou muito empolgado em mais uma vez poder estar com a equipe. Vamos em busca de mais uma vitória”, disse Soares. “Fiquei mais uma vez feliz pela convocação, a gente sempre tem um orgulho enorme em defender o Brasil na Davis, no Circuito e nas Olimpíadas, poder continuar jogando a Davis é um prazer enorme. Com certeza iremos fazer a melhor preparação possível para chegar lá e jogar da melhor forma”, ressaltou Melo.

Será o décimo encontro de Brasil e Equador na história da Copa Davis. O time brasileiro leva vantagem no retrospecto, com seis vitórias contra três equatorianas, incluindo o último confronto em julho de 2016, vencido por 3 a 1 pela equipe brasileira, em Belo Horizonte, no piso duro do Arena Minas Tênis, também pela segunda rodada do Zonal Americano I.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series