Notícias | Copa Davis
Capitã espanhola: 'Ninguém prioriza a Copa Davis'
10/04/2017 às 12h33

Conchita liderou uma Espanha desfalcada nas quartas

Foto: Divulgação

Belgrado (Sérvia) - Após a eliminação nas quartas de final da Copa Davis, a capitã da 'Armada' espanhola Conchita Martinez reclamou da falta de prioridade que os jogadores deram à competição, principalmente nesta série contra a Sérvia, em que não pode contar com seus principais nomes, entre eles Rafael Nadal.

Em entrevista ao AS, ela lamentou as ausências e afirmou que bater um time com Novak Djokovic e Viktor Troicki jogando bem é bastante complicado. "Não é agradável, mas jogamos fora de casa e contra uma equipe muito forte, com Djokovic como líder e com um Troicki inspirado. Foi muito difícil formar a nossa equipe", observou. 

"Se Nadal joga, nosso time fica muito mais forte, mas nem sempre podemos contar com todos. Sei que ele já tem quatro Ensaladeras e outras prioridades que são mais importantes. Esta vez calhou que a Davis não foi prioridade para ninguém", disparou Martinez, que também não conseguiu contar com Roberto Bautista, o atual número 2 do país.

Conchita precisou promover a estreia do jovem Jaume Munar, de 19 anos e atual 245 do mundo. A comandante da equipe espanhola também falou sobre possíveis punições a jogadores no futuro e preferiu deixar essa responsabilidade para a Real Federação Espanhola de Tênis. "Isso é uma coisa que não cabe a mim, é uma coisa que define a Federação", finalizou.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series