Notícias | Dia a dia
Italianas e australianas escapam do descenso
23/04/2017 às 18h15

Errani liderou uma Itália remodelada

Foto: ITF

Barletta (Itália) - Jogando em casa, a equipe italiana da Fed Cup viu Sara Errani ser protagonista na vitória contra Taiwan, válida pelo playoff do Grupo Mundial II, que garantiu a permanência da "Azzurra" na segunda divisão do torneio. A tenista de Bolonha garantiu dois dos três pontos do seu time no confronto.

A responsável pelo primeiro ponto, contudo, foi desconhecida Martina Trevisan, de 23 anos e atual 221 do mundo, que abriu o duelo batendo a taiwanesa Ya-Hsuan Lee de virada, com 2/6, 6/3 e 12-10. Ainda no sábado, Errani anotou parciais de 6/0 e 6/2 para cima de Chieh-yu Hsu. 

No domingo, Errani sacramentou a vitória italiana ao impor nova virada sobre Lee, com placar final de 3/6, 6/2 e 6/3. Ainda foi disputada uma partida de duplas em que as taiwanesas fizeram o ponto de misericórdia. Chia-Jung Chuang e Ching-Wen Hsu bateram Jasmine Paolin e Camila Rosatello com duplo 6/4.

Austrália varre Sérvia fora de casa 

O mando de quadra não valeu par as sérvias, que não conseguiram vencer um jogo sequer diante da Austrália, que contou com uma vitória de Ashleigh Barty e duas de Daria Gavrilova para garantir a permanência na segunda divisão da Fed Cup. Disputada apenas para cumprir tabela, a partida de duplas também ficou nas mãos australianas, com Barty e Casey Dellaqcua selando a vitória.

Nos outros dois confrontos pela repescagem do Grupo Mundial II, a Romênia derrubou a Grã-Bretanha em um dos encontros mais polêmicos do fim de semana, e o Canadá fez valer o mando de quadra para superar o Cazaquistão e subir para a segunda divisão.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis