Notícias | Dia a dia
'Vou dar o máximo em Roma', promete Nadal
14/05/2017 às 19h40

Nadal agora tem cinco troféus em Madri, quatro deles no saibro

Foto: ATP

Madri (Espanha) - Rafael Nadal está com tudo. Campeão de três torneios consecutivos sobre o saibro, dois deles de nível Masters, ele nem de longe considerou a ideia de desistir de Roma para descansar e ficar mais bem preparado para Roland Garros. "Não ir para a Itália não garante que jogarei melhor em Paris. Acho que o lógico é ir para Roma e dar o máximo. Só vou estrear na segunda rodada e assim terei algum tempo para me recuperar".

Rafa chegará ao Fóro Itálico com invencibilidade de 15 partidas sobre o saibro e três títulos consecutivos, sendo dois deles de nível Masters. Em toda essa campanha, perdeu apenas dois dos 32 sets disputados. Tem agora 51 de seus 72 títulos da carreira sobre o saibro.

"Este é um dia para ficar satisfeito, ficar realmente feliz por erguer o troféu", afirmou o campeão de Madri, que de quebra reaparecerá no quarto lugar do ranking nesta segunda-feira. "Este é um período muito emotivo da temporada. Realmente gosto de disputar estes torneios, por isso tento disputar todos. Espero que continue me saindo bem em Roma".

O espanhol viu o tiebreak que definiu o primeiro set como de vital importância para a vitória. "Foi complicado no começo porque sai com uma quebra atrás", lembrou, referindo-se ao 3/1 que Thiem abriu. "Depois que igualei, apesar de um ou outro erro, me acalmei. Qualquer coisa poderia ter acontecido no tiebreak. Mas acho que, de forma geral, eu joguei bem os pontos importantes".

Ele fez questão de ressaltar sua incrível campanha no saibro até aqui. "Estou orgulhoso. É difícil ganhar três torneios seguidos no saibro, e todos eles são campeonatos importantes. No começo da temporada, não espera absolutamente nada. Mas eu sei que, se estou sem problemas físicos e trabalhando duro, as coisas podem acontecer".

Thiem não economizou elogios à atuação do adversário. "O ponto crucial foi a forma com que ele golpeou a bola depois de cada serviço", sinalizou. "Conseguiu muitos forehands e isso me colocou sobre pressão praticamente o tempo todo". Além de jogar sua primeira final de Masters e embolsar pouco mais de 510 mil euros, Thiem também aparecerá no sétimo lugar do ranking e se isola no terceiro posto na soma de pontos da temporada. "Dei tudo de mim. Foi minha primeira final desse nível e contra o melhor jogador de saibro que já existiu. Algumas vezes, você perde mesmo jogando bem. O tênis é assim: apenas um pode vencer".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis