Notícias | Dia a dia
Aos 33, Juan Mónaco anuncia o fim da carreira
15/05/2017 às 16h17

Ex-top 10, Mónaco venceu nove títulos na ATP e um em challenger

Foto: Arquivo

Buenos Aires (Argentina) - O argentino Juan Mónaco anunciou nesta segunda-feira o término de sua carreira como tenista profissional. Ex-número 10, o jogador de 33 anos ocupava atualmente o 196º lugar do ranking.

O motivo principal para a aposentadoria de Mónaco foram as frequentes lesões no punho direito, que começaram em 2013. Ele passou por cirugia que o deixou parado de agosto de 2015 a fevereiro do ano passado, mas voltou a desistir de competições por conta lesão nas últimas duas temporadas.

"Certamente estou tomando a decisão correta. Uma etapa maravilhosa da minha vida chegou ao fim. Estou deixando o tênis profissional", disse Mónaco, por meio das redes sociais.

"Agradeço a tudo que o tênis me deu: Educação disciplina, amizades e momentos individuais. Muito obrigado a todos que me acompanharam nesta linda viagem que durou 14 anos", acrescenta o argentino que é profissional desde 2002.

"Sabendo que o esforço, o comprometimento e a dedicação sempre foram meus motores em quadra, deixo o circuito satisfeito por ter dado meu melhor e saber que aproveitei até a última partida em que competi", complementa o agora ex-jogador profissional.

Mónaco acumulou 342 vitórias e 271 derrotas em nível ATP. Ele conquistou nove títulos no circuito, sendo oito no saibro, e disputou 21 finais. Seu último troféu veio no ano passado, em Houston. O argentino chegou ao top 10 em 23 de julho de 2012.

Grande amigo de Rafael Nadal, Mónaco venceu o ATP de Doha em 2015 ao lado do espanhol e tem outros dois títulos de duplas na carreira. Já nos torneios de nível challenger, ele foi campeão em São Paulo no ano de 2004.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis