Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Delpo agradece à torcida, mas lamenta o 1º set
03/06/2017 às 16h03

Del Potro não jogava em Roland Garros desde 2012

Foto: Divulgação

Paris (França) - Após se despedir de Roland Garros, Juan Martin del Potro lamentou as chances perdidas no primeiro set da partida contra Andy Murray pela terceira rodada. O argentino chegou a liderar por 5/3, mas permitiu a reação do britânico, que venceu em sets diretos, com parciais de 7/6 (10-8), 7/5 e 6/0 neste sábado.

"Eu não podia acreditar que eu perdi aquele set, porque eu tive muitas oportunidades de ganhar", disse Del Potro, que teve quatro set points na parcial, sendo dois com o próprio saque.

"Mas esse tipo de coisa acontece quando você joga contra o número 1 no mundo ou um grande campeão como Andy. Você nunca sabe quando pode ganhar um set ou uma partida", avalia o argentino que tem apenas três vitórias em dez jogos contra o britânico.

Del Potro também agradeceu ao apoio da torcida francesa. Ele não disputava Roland Garros há cinco anos. Um vírus respiratório o tirou da edição de 2013, enquanto as três cirurgias no punho esquerdo o tiraram da quadra das duas temporadas seguintes, além de também fazê-lo reduzir seu calendário no ano passado.

"Estou muito feliz por ver o público torcendo tanto por mim hoje", afirma o jogador de 28 anos. "Perdi este torneio nos últimos cinco anos, então irei para casa com ótimas lembranças das pessoas, dos amigos, fãs e também dos fãs argentinos que estavam lá.

"Espero que no próximo ano eu possa estar em melhor forma com um nível de tênis ainda melhor", comentou o argentino que já foi semifinalista do Grand Slam francês em 2009 e foi às quartas em sua última parcipação em Paris.

"Eu apenas tentei ser eu mesmo o tempo todo. Acho que todas as pessoas gostam da minha história. Estive fora há muito tempo, tentando resolver meu problema no punho e nunca desisti por causa desse problema".

Comentários