Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Svitolina minimiza a frustração pela derrota
07/06/2017 às 19h59

Ucraniana vive seu melhor momento na carreira e será top 5 depois de Paris

Foto: Divulgação

Paris (França) - Embora tenhha ficado muito perto da vitória nesta quarta-feira, Elina Svitolina minimiza a frustração pela eliminação nas quartas de final de Roland Garros. A ucraniana, que chegou a ter um match point contra Simona Halep, se ampara no bom momento que vive na temporada e na vida pessoal.

"Não quero olhar para esse jogo como uma experiência negativa ou algo do tipo", disse Svitolina após a derrota por 3/6, 7/6 (10-8) e 6/0. "Está tudo bem. Estou triste hoje, mas amanhã é outro dia e a vida continua. Não há nada que eu possa fazer".

"É claro que foi uma infelicidade, mas minha vida não é ruim. Eu vou ser número 5 do mundo na semana que vem e ganhei quatro títulos este ano. Isso ninguém pode tirar de mim. Acho que não estarei triste amanhã", avaliou a jogadora de 22 anos, que é quem mais venceu na atual temporada.

Svitolina chegou a liderar o segundo set por 5/1, sacou duas vezes para o jogo e teve match point no tiebreak daquela parcial. "Ela começou a jogar muito melhor. É claro que eu acabei permitindo que ela voltasse para o jogo, mas ela sabe muito bem como voltar para uma partida, porque ela luta por cada ponto".

A ucraniana agora se prepara para a temporada de grama e tenta melhorar seu retrospecto em Wimbledon, onde jamais passou da segunda rodada em quatro participações. "Primeiro eu terei alguns dias de descanso e completamente longe do tênis e vou jogar em Birmingham", que começa em 19 de junho.

"Vou falar com minha equipe, provavelmente amanhã, sobre quais serão os planos. Mas devo jogar só em Birmingham e ficar alguns dias em Londres me preparando para Wimbledon".

Comentários