Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Halep volta à final e luta por Slam e número 1
08/06/2017 às 15h08

Aos 25 anos, Halep está em sua segunda final de Roland Garros e luta pelo 1º Slam

Foto: Arquivo

Paris (França) - Três anos depois de ficar com o vice-campeonato em Roland Garros, Simona Halep volta à decisão no Grand Slam francês. A romena de 25 anos e número 4 do ranking avançou no saibro parisiense ao vencer a terceira colocada Karolina Pliskova por 6/4, 3/6 e 6/3 em exatas duas horas de partida.

A quinta vitória de Halep em seis jogos contra Pliskova impediu que a tcheca, atual terceira colocada, chegasse à liderança do ranking mundial. Além disso, agora é a própria romena que pode ser a nova número 1 do mundo caso conquiste também seu primeiro título de Grand Slam.

A adversária de Halep na final marcada para o próximo sábado será a jovem letã de 20 anos Jelena Ostapenko, 47ª do ranking e estreante em finais de Slam. As duas jamais se enfrentaram pelo circuito. Enquanto a romena já disputou 24 finais e tem 15 títulos, a letã sequer venceu um WTA na carreira, tendo disputado só três finais.

Depois de escapar da derrota contra Elina Svitolina no dia anterior, Halep teve um início de jogo muito mais firme nesta quinta-feira. A romena era consistente nas trocas de bola do fundo de quadra e se aproveitava da dificuldade que a rival tem para se movimentar no saibro.

A única quebra do set inicial aconteceu ainda no terceiro game, favorecendo Halep. Já Pliskova, que cometeu 24 erros ao longo da parcial, não aproveitou as chances que teve de buscar o empate. Com bons saques abertos, a tcheca no máximo impediu que a vantagem da rival fosse maior.

O jogo de fundo de quadra de Karolina Pliskova melhorou de maneira considerável no segundo set. A tcheca reduziu o número de erros para apenas 13, mesmo total de bolas vencedoras na parcial, e era ela quem definia a maior parte dos pontos, tanto que Halep fez só dois winners e três erros. A tcheca quebrou no sexto game e fechou a porta nas três vezes em que foi ameaçada na sequência.

Halep confirmou com tranquilidade seus dois primeiros games de saque na parcial decisiva, enquanto Pliskova vinha enfrentando dificuldades para confirmar o serviço. Quando a tcheca subiu à rede para tentar salvar um break point, Halep aplicou uma belíssima passada para quebrar pela primeira vez. A vantagem ficou ainda maior no game seguinte, quando a romena salvou dois break pointrs e abriu 4/1. Pliskova reduziu a diferença ao vencer dois games seguidos, mas abusou dos erros não-forçados e voltaria a perder o saque, permitindo que Halep rumasse para a vitória.

Comentários