Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Nadal busca história e número 2 com Wawrinka
10/06/2017 às 16h36

Nadal tenta vencer Roland Garros pela décima vez''

Foto: Divulgação

Paris (França) - Além de definir quem será o campeão de Roland Garros em 2017, a final deste domingo às 10h (horário de Brasília), entre o espanhol Rafael Nadal e o suíço Stan Wawrinka, vai definir também quem será o novo número 2 do mundo, ficando atrás apenas do britânico Andy Murray, que segue absoluto na liderança da ATP. 

Se depender do histórico, Nadal tem tudo para chegar ao feito de ser o primeiro homem da história a vencer dez vezes em um mesmo Grand Slam. Ele lidera o retrospecto com Wawrinka por 15 a 3, tem boa vantagem no saibro (6 a 1) e também leva a melhor nos duelos nos quatro principais torneios da temporada (2 a 1). 

Ex-número 1 do mundo, o canhoto de Mallorca é o maior vencedor do ano, somando 42 triunfos, oito a mais do que o segundo colocado, Dominic Thiem, e também o que mais venceu no saibro em 2017, com seus 23 resultados positivos neste piso, um a mais do que o austríaco, sua vítima nas semifinais em Paris. 

Wawrinka está subindo par terceiro com a final no torneio francês, igualando sua melhor marca da carreira, e pode conseguir uma inédita vice-liderança se for campeão do torneio pela segunda vez, repetindo a conquista de 2015, quando derrubou o sérvio Novak Djokovic na decisão. Ele é apenas o sexto em vitórias no ano (26) e o sétimo contando apenas as no saibro (12). 

Curiosamente, a única conquista do suíço neste ano aconteceu justamente sobre a terra batida, comemorando o título no ATP 250 de Genebra, na semana anterior a Roland Garros. Do outro lado, Nadal foi campeão de dois Masters 1000 (Monte Carlo e Madri) e do ATP 500 de Barcelona. Os dois chegaram à semi sem perder set, com o espanhol mantendo a campanha irretocável, enquanto o suíço deixou duas parciais contra Murray. 

Veja o histórico dos dois até então: 

2007 Australian Open (sintético) - segunda rodada - Nadal 6/2 6/2 6/2 
2007 Stuttgart (saibro) - final - Nadal 6/4 7/5 
2007 Masters 1000 Paris (sintético coberto) - oitavas de final - Nadal 6/4 6/3 
2009 Masters 1000 de Miami (sintético) - oitavas de final - Nadal 7/6(2) 7/6(4) 
2010 Masters 1000 de Roma (saibro) - quartas de final - Nadal 6/4 6/1 
2010 Masters 1000 de Toronto (sintético) - segunda rodada - Nadal 7/6(12) 6/3 
2010 Masters 1000 de Xangai (sintético) - segunda rodada - Nadal 6/4 6/4 
2012 Masters 1000 de Monte Carlo (saibro) - quartas de final - Nadal 7/5 6/4 
2013 Masters 1000 de Madri (saibro) - final - Nadal 6/2 6/4 
2013 Roland Garros (saibro) - quartas de final - Nadal 6/2 6/3 6/1 
2013 Masters 1000 de Xangai (sintético) - quartas de final - Nadal 7/6(10) 6/1 
2013 ATP Finals (sintético coberto) - fase de grupos - Nadal 7/6(5) 7/6(6) 
2014 Australian Open (sintético) - final - Wawrinka 6/3 6/2 3/6 6/3 
2015 Masters 1000 de Roma (saibro) - quartas de final - Wawrinka 7/6(7) 6/2 
2015 Masters 1000 de Xangai (sintético) - quartas de final - Nadal 6/2 6/1 
2015 Masters 1000 de Paris (sintético coberto) - quartas de final - Wawrinka 7/6(8) 7/6(7) 
2015 ATP Finals (sintético coberto) - fase de grupos - Nadal 6/3 6/2 
2016 Masters 1000 de Monte Carlo (saibro) - quartas de final - Nadal 6/1 6/4

Comentários