Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Konta brilha e impede que Halep assuma o número 1
11/07/2017 às 15h03

Konta é a primeira britânica desde 1978 na semifinal de Wimbledon

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de perdido oportunidades de ser a número 1 do mundo em Roland Garros e Eastbourne, Simona Halep esteve a dois pontos de enfim alcançar a liderança do ranking mundial, mas novamente viu o sonho escapar pelos dedos. A britânica Johanna Konta anotou uma incrível virada na Quadra Central e avançou à semifinal do Grand Slam britânico ao vencer por 6/7 (2-7), 7/6 (7-5) e 6/4 em 2h40 de partida.

Com a queda de Halep, aliada à eliminação de Angelique Kerber no dia anterior, a tcheca Karolina Pliskova assumirá o topo do ranking a partir da próxima segunda-feira. Pliskova é a 23ª mulher a pontear a lista, que foi estabelecida no ano de 1975, e ainda luta para conquistar seu primeiro título de Grand Slam.

Konta se torna primeira britânica na semifinal de Wimbledon desde 1978, quando Virginia Wade perdeu para Chris Evert na penúltima rodada. Wade é também a última atleta da casa a conquistar o título na grama do All England Club, no ano de 1977.

A adversária da britânica na semifinal marcada para quinta-feira será a norte-americana Venus Williams, que derrotou a letã Jelena Ostapenko por 6/3 e 7/5. Konta tem três vitórias e duas derrota nos duelos anteriores contra a veterana de 37 anos.

Konta teve um incrível índice de acerto de saque de 89% durante o set inicial, precisando do segundo serviço em apenas quatro oportunidades. A britânica também colocava pressão, apostando em um jogo agressivo, variando muito a direção dos golpes e movimentando a romena de um lado a outro.

A capacidade de Halep se defender e contra-atacar equilibrou a contagem de winners na parcial, com liderança por 13 a 10 para Konta, mas com a romena errando apenas três bolas contra 12 da atleta da casa.

A romena quebrou logo no segundo game da partida e largou 3/0, mas permitiu o empate no oitavo game, muito por conta do volume de jogo imposto pela anfitriã que não enfrentaria mais break points até o fim da parcial. No tiebreak, Konta dependeu do segundo saque em duas oportunidades e não teve sucesso, além de parar na forte consistência defensiva da romena.

O segundo set não teve nenhuma quebra, mas dois alguns números chamam atenção. Konta não repetia o aproveitamento de saque da parcial anterior, colocando apenas 67% em quadra, mas ainda assim não enfrentou break points, enquanto Halep teve que superar quatro oportunidades de quebra. Por outro lado, a britânica errou 20 bolas contra apenas três da romena.

A britânica começou o segundo tiebreak errando algumas devoluções e deixando Halep em vantagem. Contando com a inconsistência da atleta da casa, a romena abriu 3-1, permitiu o empate, mas voltou à frente com 5-4 e dois saques. Entretanto, a britânica foi recompensada pelo jogo agressivo, entrando em quadra e dominando as ações. Konta venceu três pontos seguidos e empatou o jogo.

A britânica era cada vez mais dependente do segundo saque, precisando dele em 15 oportunidades no último set, mas mesmo assim permaneceu firme nos games de serviço. O único break point enfrentado pela anfitriã aconteceu ainda na abertura. Depois disso, atleta da casa manteve a firmeza nos games de saque e conseguiu a única quebra no oitavo game. Seu jogo agressivo a fez terminar o jogo com 48 winners contra 26 de Halep, além de 36 erros diante de apenas 9 da romena

Comentários
Faberg
Roland Garros Series