Notícias | Dia a dia
Garcia é preterida em Moscou e pode perder o Finals
09/10/2017 às 17h38

Vinda de títulos em Wuhan e Pequim, francesa não receberá convite na Rússia

Foto: Divulgação

Moscou (Rússia) - No mesmo dia em que aparece com o melhor ranking da carreira e que entra na zona de classificação para o WTA Finals, a francesa Caroline Garcia teve uma má notícia nesta segunda-feira. A número 9 do mundo não receberá convite para o WTA Premier de Moscou, evento que acontecerá na semana que vem, a última da temporada regular do circuito.

"Não consideramos a opção da Garcia hoje, porque daremos todos os convites para jogadores russos", disse o diretor do torneio Alexei Selivanenko ao site Championat. "Temos várias opções, tanto de estrelas a nível mundial como de jovens jogadoras".

Selivanenko também esclarece que Garcia não teria direito ao convite reservado para o caso de uma top 20 decidir disputar o torneio de última hora porque o regulamento da WTA estabelece que a jogadora precisa ter terminado o ano anterior entre as vinte melhores e a francesa era a 23ª colocada. "Quanto à Garcia, ela não pode pedir o convite para a WTA, porque não estava no top 20 do ano passado".

Vinda de dois títulos seguidos nos maiores eventos da temporada asiática, em Wuhan e Pequim, Garcia venceu onze jogos seguidos e somou 1.900 pontos nas últimas duas semanas e ultrapassou a britânica Johanna Konta na corrida pela última vaga em Cingapura.

Por conta do desgaste acumulado, a francesa anunciou ainda no domingo que não disputaria o WTA de Tianjin nesta semana, torneio de nível International do qual seria cabeça 1, e que esperava por um convite para o Premier de Moscou, torneio para o qual não estava inicialmente inicialmente inscrita. A opção também faria sentido porque Garcia não se classificaria matematicamente para o Finals mesmo se fosse campeã em Tianjin.

Preterida em Moscou, Garcia ainda pode postular um convite para o WTA de Luxemburgo que acontece na mesma semana ou apenas ficar na torcida contra Johanna Konta. Ao contrário da francesa, a britânica tem direito ao convite de top 20 e pode solicitá-lo à WTA caso queira jogar na capital russa, já que terminou a temporada passada na décima posição. Konta precisaria chegar à final do torneio para ultrapassar Garcia na corrida para Cingapura.

 

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis