Notícias | Dia a dia
WTA terá disputa por nº 1 na primeira semana de 2018
09/11/2017 às 14h18

Halep e Muguruza jogam torneios diferentes na primeira semana da temporada

Foto: Arquivo
por Mário Sérgio Cruz

A equilibrada classificação do ranking feminino ao final da temporada terá continuidade no início de 2018. Já na primeira semana do ano que vem, Simona Halep e Garbiñe Muguruza irão disputar o posto de número 1 do mundo nos primeiros torneios que disputarem. Isso pode definir quem será a principal cabeça de chave no próximo Australian Open.

Halep, que fechou a temporada no topo do ranking, tem 6.175 pontos e começa 2018 jogando o WTA de Shenzhen, torneio de nível International e que dá 280 pontos à campeã. A romena fez 30 pontos na China no início deste ano, mas essa campanha sequer entra na conta de seus dezesseis melhores resultados.

Para começar a somar, Halep tem ultrapassar a marca de 60 pontos, de seu pior resultado válido. Isso significaria uma campanha de 110 pontos com a semifinal, 180 com o vice ou 280 em caso de título. Descontando os 60 pontos do 16º resultado, ela pode terminar a primeira semana de 2018 com 6.395 pontos.

Já Muguruza, que liderou o ranking durante quatro semanas entre setembro e outubro, está com 6.135 pontos e inicia a próxima temporada disputando o Premier de Brisbane, que dá 470 pontos à campeã. A espanhola defende 185 pontos no torneio australiano, onde foi semifinalista no ano passado. Um vice-campeonato a fará terminar a semana com 6.255 pontos, enquanto o título a levará a 6.420 pontos.

Terceira colocada no ranking e campeã do WTA Finals, Caroline Wozniacki tem 6.015 pontos e está a 130 da primeira colocada Halep, mas não poderá alcançar a romena na primeira semana de 2018. A dinamarquesa começa a semana jogando em Auckland, outro torneio International.

Embora tenha feito só 60 pontos em sua última aparição na Nova Zelândia, Wozniacki teria que descartar 180 de seu pior resultado válido. Assim, o máximo de pontos que ela pode alcançar é 6.115. A jogadora de 27 anos ainda pode chegar a Melbourne no topo do ranking, mas não como cabeça 1, dependendo dos resultados da segunda semana da temporada, que recebe o Premier de Sydney e o International de Hobart.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis