Notícias | Dia a dia
Palestra de Keys é transmitida para 17 mil jovens
02/12/2017 às 10h49

Keys falou para estudantes de sua cidade e evento foi transmitido para 77 escolas

Foto: Divulgação/Fearlessly Girl

Rock Island (EUA) - Pelo segundo ano seguido, Madison Keys aproveitou o período sem competições para visitar uma escola de sua cidade natal, Rock Island, em Illinois, e dividir um pouco de sua experiência com os mais jovens. Desta vez, o evento não ficou restrito às 250 pessoas no auditório e teve transmissão ao vivo pela internet para 77 escolas de 22 estados, atingindo mais de 17.600 adolescentes.

"Eles achavam que chegaríamos a 7 mil meninas e acabou alcançando mais de 17.600", disse Keys em entrevista ao site da WTA. "É insano que isso tenha chegado tão longe e que tantas pessoas tenham assistido. Foi um sentimento realmente incrível".

Keys é embaixadora desde o ano passado de um projeto chamado Fearlessly Girl, que apoia iniciativas educacionais para meninas e a formação de jovens lideranças em suas comunidades. A tenista de 22 anos, que também já visitou uma escola em Miami em março, costuma falar sobre temas que envolvem o universo escolar para adolescentes como bullying, assédio, racismo e relacionamentos.

"Nós estávamos diante das meninas naquela sala e não tinha ninguém olhando para o celular. Elas prestavam atenção em cada palavra que estávamos dizendo e estavam muito envolvidas. Foi muito legal. Todos naquela sala estavam tão focados no que estava acontecendo", explicou a vice-campeã do US Open.

"Sempre que uma menina fazia uma pergunta, todas as outras balançavam a cabeça concordando com aquilo. Foi uma oportunidade de muitas garotas abrirem os olhos e perderem o medo de falar sobre elas mesmas", comentou a atual 19ª do ranking mundial.

Keys também disse que o envolvimento das meninas de sua cidade com o esporte aumentou desde sua primeira palestra. "Quando eu vim aqui no ano passado, falei para as meninas que o esporte sempre foi ótimo para mim, porque me deu a oportunidade de confiar mais em mim mesma", afirmou. "E muitas meninas este ano vieram falar comigo, disseram que entraram para algum time e estão se sentindo muito melhor".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis