Notícias | Dia a dia
Stanford sairá do calendário feminino em 2018
08/12/2017 às 17h50

Madison Keys venceu a edição deste ano em Stanford

Foto: Arquivo

Stanford (EUA) - Presente no circuito feminino desde 1997, Stanford deixará o calendário no ano que vem. O motivo é uma mudança na política da Universidade de Stanford, local do torneio, que veta a realização de eventos patrocinados por empresas de interesse comercial. Dessa forma, a competição terá que mudar de sede.

Detentora dos direitos de realização do torneio, a promotora IMG confirmou a informação nesta sexta-feira por meio de um comunicado e anunciou que procura uma outra sede para a competição.

"Depois de 21 anos de parceria com a Universidade de Stanford, a IMG foi notificada pela Universidade sobre a nova política de não sediar eventos patrocinados por empresas dentro do campus e, por isso, Stanford não poderá mais receber o torneio da WTA no Taube Family Tennis Stadium", declarou a IMG em nota.

"A prioridade da IMG é manter o evento na Bay Area e estamos trabalhando em um plano para isso", acrescentou a promotora, que pretende manter o evento na região de San Francisco a partir do próximo ano.

Considerando seus palcos anteriores, o evento que já passou por San Francisco e Oakland tem 46 anos de história e é a mais antiga competição exclusivamente feminina do tênis mundial. A primeira edição foi no ano de 1971.

A maior vencedora do torneio é Martina Navratilova, com cinco conquistas, sendo a última em 1993. A galeria de campeãs conta com outras ex-líderes do ranking como Billie Jean King, Chris Evert, Monica Seles, Martina Hingis, Arantxa Sanchez Vicário, Kim Clijsters, Venus e Serena Williams, Victoria Azarenka e Angelique Kerber. A edição deste ano foi disputada em agosto e o título ficou com a norte-americana Madison Keys.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis