Notícias | Dia a dia
Gavrilova coloca top 10 como meta para 2018
17/12/2017 às 13h39

Gavrilova fechou o ano na 25ª posição na WTA

Foto: Divulgação

Sydney (Austrália) - A australiana Daria Gavrilova teve em 2017 seu melhor ano da carreira, vencendo pela primeira vez um torneio na WTA, em New Haven, e alcançando pela primeira vez um lugar no top 20. Ela fechou a temporada na 25ª colocação, mas espera dar um salto na próxima e quer chegar no top 10.

"O top 10 é uma meta e seria muito legal alcançá-la", disse Gavrilova em entrevista ao Sydney Morning Herald. Nascida em Moscou, ela jogou sob a bandeira russa até 2014, quando obteve a cidadania australiana e passou então a defender o novo país, no qual já se sente em casa.

Com o começo da temporada quase todo na Austrália, ela pode aproveitar para contar com a torcida lhe empurrando nas partidas. "Adoro jogar em casa, o público sempre está do meu lado e me faz sentir esse apoio. E eu tento retribuir, pois sinto que temos uma boa conexão", afirmou a tenista de 23 anos, que garantiu jogar melhor sob os holofotes.

"Nos treinos eu às vezes fico entediada. 'Ninguém está vendo, então quem se importa?'. Não foco em controlar minhas emoções e meus sentimentos. Por isso meus técnicos são importantes, eles tentam me ajudar e sabem que se estou positiva meu tênis flui", declarou a australiana.

Gavrilova irá começar o próximo ano jogando no WTA de Sydney, na segunda semana da temporada, onde não passou da segunda rodada em 2017. Na sequência, ela irá disputar o Australian Open, defendendo as oitavas de final, quando parou diante da então cabeça de chave 5, a tcheca Karolina Pliskova.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis