Notícias | Outros
Investigação exime Venus de culpa por acidente
21/12/2017 às 10h23

Laudo concluiu que acidente não foi causado nem por Venus, nem pelo casal que a atingiu

Foto: Arquivo

Fort Lauderdale (EUA) - A ex-número 1 do mundo Venus Williams foi eximida de culpa e não enfrentará acusações criminais por conta do acidente de carro que ela se envolveu em junho e que acabou tendo uma vítima fatal. A investigação da polícia concluiu que nem Venus e nem a outra motorista tiveram culpa pelo ocorrido.

"Com base nesta investigação e estatutos relevantes do estado da Flórida, nenhuma acusação será registrada neste caso", comunicou a polícia de Palm Beach Gardens ao divulgar o relatório final de 18 páginas sobre a investigação de homicídio.

Jerome Barson, de 78 anos, era passageiro de um Hyundai Accent que era dirigido por sua esposa, Linda, de 68 anos. O veículo atingiu o carro conduzido por Venus, Toyota Sequoia. O acidente aconteceu no dia 9 de junho e Jerome faleceu no hospital.

O carro da família Barson seguia por uma avenida quando o semáforo ficou verde e se chocou com o veículo da tenista, que estava parado em um cruzamento. Na ocasião, Venus explicou à polícia que acabou ficando presa naquele cruzamento por conta de um veículo escuro fez uma manobra para a esquerda antes de o sinal ficar vermelho, e que não pôde ver a aproximação do veículo que a atingiu.

Segundo o relatório da investigação nem a família Barson, nem Venus Williams violaram o direito um do outro de se deslocar. "O veículo escuro e desconhecido iniciou uma sequência de eventos que resultou no acidente entre os veículos 2 [Barson] e 1 [Williams]".

O jornal Sun Sentinel, que teve acesso à íntegra do relatório, que foi inconclusivo quanto ao veículo causador do acidente. Acredita-se que seja um Nissan Altima, modelo 2008. Procurados pelo próprio jornal, os advogados da tenista e do casal não se manifestaram na última quarta-feira.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis