Notícias | Dia a dia | Australian Open
Diretor do Australian Open promete quadras rápidas
08/01/2018 às 19h17

Craig Tiley garante que as quadras estarão tão rápidas quanto as de 2017

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Diretor de torneio no Australian Open, Craig Tiley promete que as quadras para a edição 2018 devem ser tão rápidas quanto as utilizadas no ano passado. A velocidade das quadras foi bastante comentada pelos jogadores e pelo público durante a última edição do Grand Slam australiano.

"A velocidade encoraja isso", disse Tiley à agência Australian Associated Press (AAP). "É engraçado, porque os jogadores dizem 'Oh, a quadra está rápida' e tivemos o Nadal, que é um jogador formado no saibro, na final".

"Os melhores jogadores, independentemente dos pisos, encontram meios de chegar às fases finais", acrescenta o dirigente. "A primeira coisa que um jogador ou um técnico sempre comenta é a velocidade das quadras".

"Vou ao primeiro dia em que o Roger for treinar ou ao primeiro treino do Rafa, vou olhar para eles nos olhos e saber exatamente o que eles vão me contar. Nós o fizemos exatamente o mesmo que no ano passado, e (a maioria dos jogadores) aprovou o piso", complementou o executivo.

Tiley ainda destacou que serão aplicadas mudanças nos pisos também em quadras de treino e aquecimento. O diretor reforça, entretanto, que é muito difícil fazer com que todas as quadras tenham exatamente a mesma velocidade já que há influência de fatores externos como a incidência de sol.

"São poucas as pessoas que conhecem a técnica, porque até mesmo o ângulo e a maneira como você escova a superfície do piso faz a diferença", disse Tiley. "Temos 51 quadras para fazer e é quase impossível obter exatamente a mesma velocidade em todas elas".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series