Notícias | Dia a dia | Australian Open
Vice do US Open, Anderson cai na primeira rodada
15/01/2018 às 02h43

Edmund nunca passou da segunda rodada em Melbourne

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Durou pouco a campanha do sul-africano Kevin Anderson, vice-campeão do US Open em 2017, no Australian Open deste ano. Cabeça de chave 11, ele abriu sua campanha no primeiro Grand Slam da temporada nesta segunda-feira contra o britânico Kyle Edmund e acabou eliminado com uma derrota de virada em cinco disputados sets, com placar final de 6/7 (7-9), 6/3, 3/6, 6/3 e 6/4, após 3h59 de luta.

Na segunda rodada, Edmund enfrentará o uzbeque Denis Istomin, que nesta mesma fase no ano passado surpreendeu o sérvio Novak Djokovic, indo depois até as oitavas de final. Ele precisou de 2h58 e quatro sets para derrubar o francês Pierre-Hugues Herbert, anotando parciais de 6/2, 6/1, 5/7 e 7/6 (7-3). Será a primeira vez que o britânico e o uzbeque medirão forças no circuito.

Uma das partidas mais agitadas deste começo de torneio no Melbourne Park terminou com a vitória de Ryan Harrison para cima de Dudi Sela em duelo de cinco sets e duas viradas. O norte-americano venceu o primeiro set, perdeu os dois seguintes e depois conseguiu se recuperar faturando o quarto e o quinto para fechar o jogo com 6/3, 5/7, 3/6, 7/5 e 6/2.

Além das reviravoltas, o confronto de 3h39 entre Sela e Harrison chegou a esquentar no fim do terceiro game do segundo set. Irritado com o barulho feito pela torcida do israelense, o norte-americano reclamou com o rival na virada de quadra e foi rebatido prontamente.

No fim das contas, Harrison superou a pressão da torcida e avançou à segunda fase, em que terá pela frente o uruguaio Pablo Cuevas, 31º pré-classificado, que teve uma estreia bem menos agitada, batendo o russo Mikhail Youzhny em sets diretos, com placar final de 7/6 (9-7), 6/3 e 7/5, em 2h23 de embate. O norte-americano levou a melhor na única vez que cruzou com o sul-americano, no saibro de Houston em 2008.

Outro favorito que avançou na competição foi o luxemburguês Gilles Muller, que fez valer a condição de 23º mais bem cotado superando o argentino Federico Delbonis por 3 sets a 0, com parciais de 7/5 6/4 e 6/3. Na próxima rodada, ele enfrentará o vencedor do confronto entre o italiano Slavatore Caruso, vindo do quali, e o tunisiano Malek Jaziri.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series