Notícias | Dia a dia | Australian Open
Com apenas 1 quebra, Pliskova vence clássico tcheco
20/01/2018 às 01h50

Pliskova anotou 11 aces e não perdeu um serviço sequer

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - O clássico tcheco entre Karolina Pliskova e Lucie Safarova foi definido com apenas uma quebra de saque. Melhor para a sexta-favorita e ex-número 1 do mundo, que derrubou a compatriota cabeça de chave 29 ao anotar parciais de 7/6 (8-6) e 7/5, depois de 1h38 de partida, e assim garantiu sua vaga nas oitavas de final do Australian Open.

Na próxima fase, Pliskova poderá ter pela frente outra compatriota, a também tcheca Barbora Strycova, que antes precisa fazer valer a condição de 20ª mais bem cotada contra a surpreendente norte-americana Bernarda Pera, que entrou na chave principal como lucky-loser e despachou em sua caminhada a britânica Johanna Konta, cabeça de chave 9.

As sacadoras prevaleceram no embate tcheco válido pela terceira rodada no Melbourne Park, sendo que no primeiro set nenhuma das duas conseguiu uma chance de quebra sequer. A definição veio no tiebreak, em que Safarova teve o primeiro set-point, no saque da rival, que confirmou e se manteve viva. Pliskova então teve a sua chance no saque da compatriota e conseguiu vencer o ponto.

O segundo set teve o mesmo ritmo, mas desta vez algumas chances de quebra apareceram. A primeira delas no segundo game, em que Safarova se salvou. No quinto, foi a vez de Pliskova ser ameaçada e ter que lutar para manter o serviço. O 11º game foi decisivo, em que a ex-líder do ranking bateu o serviço da rival e sacou em seguida para fechar.

Uma das postulantes ao posto de número 1 do mundo depois do Australian Open, Pliskova está ganhando provisoriamente uma colocação no ranking, deixando para trás a norte-americana Venus Williams, que caiu na estreia e defendia o vice-campeonato. A tcheca precisa de pelo menos mais duas vitórias para superar também a espanhola Garbiñe Muguruza e assim assumir o 3º lugar. Ela disputa a ponta com a romena Simona Halep, a dinamarquesa Caroline Wozniacki e a ucraniana Elina Svitolina.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series