Notícias | Dia a dia | Australian Open
Após a eliminação, Sharapova só quer treinar
20/01/2018 às 13h46

A russa quer ser competitiva contra as melhores jogadoras do mundo

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Eliminada na terceira rodada do Australian Open, Maria Sharapova não quer pensar em descanso e pretende retomar a rotina de treinos o mais rápido possível. Ex-número 1 e atual 48ª do ranking, a russa espera poder enfrentar jogadoras do nível de Angelique Kerber, sua algoz em Melbourne, com maior frequência ao longo do ano e ser competitiva contra as melhores do mundo.

"Normalmente eu espero descansar só na primeira semana de novembro, então eu tenho um longo caminho até lá", disse Sharapova após a derrota por 6/1 e 6/3. "Se eu estiver querendo descanso neste momento da temporada, há algo errado. Nunca é fácil falar sobre uma derrota. Mas estou aqui porque estou motivada para melhorar meu ofício. Eu realmente acredito que posso, caso contrário, eu não estaria aqui".

"Há muitas coisas que eu preciso melhorar. É um processo que leva tempo para eu chegar a essas partidas, contra adversárias que estão jogando bem. Mas olhando o quadro geral, depois de terminar o torneio, a primeira coisa é que estou saudável. Isso, para mim, é uma grande coisa porque posso voltar a treinar e não estou começando do zero", avaliou a russa, que deverá jogar no Oriente Médio em fevereiro.

Sharapova lamentou uma oportunidade perdida no segundo set, quando o placar estava empatado por 3/3 e ela teve um break point. A russa, entretanto, enalteceu a grande atuação de sua algoz, que venceu em apenas 64 minutos. "Eu não quero tirar o mérito dela e do jeito que ela jogou. Acho que ela jogou extremamente bem".

"Ela foi a jogadora mais agressiva, assumiu os riscos do que eu. No primeiro set, não devolvi bem e dei-lhe a confiança cometendo muitos erros nos games de devolução. Ela é uma jogadora confiante no momento. A única oportunidade que tive no segundo set, eu não aproveitei, cometi um erro".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series