Notícias | Dia a dia | Australian Open
Federer espera que filhos não joguem o circuito
20/01/2018 às 19h23

Suíço diz que seus quatro filhos jogam tênis como forma de recreação

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Pai de dois pares de gêmemos, as meninas de oito anos Charlene e Myla Rose e os meninos de três anos Leo e Lenny, Roger Federer afirmou que todas as crianças já jogam tênis como recreação, mas espera que eles não sigam uma carreira profissional na modalidade.

"Espero que não, porque não precisamos de mais 25 anos de circuito", disse Federer na entrevista coletiva após a vitória por 6/2, 7/5 e 6/4 sobre o francês Richard Gasquet neste sábado. "Não posso dizer em que direção eles vão. Se houver qualquer coisa em esportes, nas finanças ou negócios, não tenho idéia de onde eles vão".

"Eu não gostaria que meus filhos fossem os únicos que não jogassem tênis. Eu e minha esposa [Mirka, ex-jogadora profissional] somos um pouco exigentes sobre as coisas que eles têm que fazer na vida, e o tênis, infelizmente, é uma delas. Não é porque nós queremos, mas porque seria uma pena se eles não jogassem", explicou o jogador de 36 anos.

"Também acho que você faz muitos amigos no esporte. É saudável, você se exercita, fica ao ar livre. Eu acredito muito nestas coisas. Estou feliz que todos eles jogam um pouco de tênis porque, basicamente, todos os nossos amigos que têm filhos também e todos jogam tênis", completou o suíço, que está nas oitavas de final do Australian Open e enfrentará o húngaro Marton Fucsovics.

Comentários