Notícias | Dia a dia | Australian Open
Kerber passa aperto, mas acaba com festa taiwanesa
22/01/2018 às 03h06

Kerber supera a campanha do ano passado em Melbourne

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Algoz da espanhola Garbiñe Muguruza e da polonesa Agnieszka Radwanska, a taiwanesa Su-Wei Hsieh por pouco não fez mais uma vítima. Nesta segunda-feira, ela encarou a alemã Angelique Kerber, que passou aperto com a asiática e precisou de 2h08 para superar a rival de virada, com placar final de 4/6, 7/5 e 6/2.

Nas quartas de final, a germânica medirá forças com a norte-americana Madison Keys, em duelo que vale não apenas a vaga na semi do Australian Open, mas também um lugar de volta no top 10. Se depender do retrospecto, a chance de Kerber é muito maior, já que em sete encontros ela levou a melhor em seis, um deles no próprio Melbourne Park, em 2013.

Kerber até largou na frente contra a taiwanesa, fazendo 2/0 no primeiro set. Só que Hsieh manteve a calma e com seu jogo nada ortodoxo conseguiu se recuperar, devolveu a quebra no sexto game e no décimo voltou a bater o saque da alemã para fechar a parcial.

Precisando vencer o segundo set para se manter viva na partida, a ex-número 1 do mundo perdeu quaro break-points no quinto game, mas no sétimo tomou a dianteira ao superar o saque de Hsieh, que até devolveu a quebra em seguida, mas voltou a ser quebrada no 11º e graças a isso a alemã conseguiu empatar o jogo.

O momento trocou de lado e ficou todo com Kerber, que anotou três quebras seguidas no começo da terceira parcial e abriu confortável 5/1. Com o saque, Hsieh salvou dois match-points no sétimo game, mas em seguida não teve forças para surpreender na devolução e acabou eliminada da competição, em sua melhor campanha da carreira em Grand Slam, igualando o Australian Open de 2008.

Comentários