Notícias | Dia a dia | Australian Open
Chung celebra sonho realizado após vencer seu ídolo
22/01/2018 às 15h13

Chung não escondeu sua admiração por Djokovic

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Algoz de Novak Djokovic nas oitavas de final, Hyeon Chung realizou o sonho de vencer seu ídolo. O sul-coreano de 21 anos conta que o sérvio é uma inspiração para ele, inclusive por conta de seu estilo de jogo e lembrou que tentava imitá-lo quando começou a jogar tênis.

"Quando eu era mais jovem eu tentava copiar o Novak, porque ele é meu ídolo. Acho que o vi pela primeira vez quando ele foi campeão no Australian Open, quase 10 anos atrás e apenas tentava jogar como ele", disse Chung após a vitória por 7/6 (7-4), 7/5 e 7/6 (7-3) nesta segunda-feira.

"Eu me inspiro em Novak, Roger, Rafa. Todos eles são meus ídolos e modelos para mim. Estou feliz por jogar novamente contra o Novak e tenho a honra de vê-lo novamente no circuito. Hoje meus sonhos se tornam realidade", falou o jovem jogador, que chega às quartas de final de um Grand Slam pela primeira vez.

Chung entrou no top 100 ainda em 2015 e aparece atualmente no 58º lugar do ranking. Ele conta que algumas lesões que teve no músculo abdominal, tanto em 2016 quanto no ano passado, além de um problema no tornozelo esquerdo durante a última temporada de grama postergaram seu ganho de posições.

"Eu jogo no circuito há dois ou três anos, mas tive muitas lesões e sempre perdia dois ou três meses. Acho que esse é o ponto. Este ano, estou apenas tentando jogar sem lesões", explicou o atual campeão do Next Gen ATP Finals.

Primeiro sul-coreano a chegar às quartas em um Grand Slam, Chung tem noção do tamanho da vitória em sua terra natal. "Hoje vitória para o meu país, acho que o tênis vai crescer depois desta noite", disse o jogador que listou os esportes mais populares da Coreia. "Penso que são beisebol, basquete e futebol. Agora, também tem a patinação no gelo, porque no próximo mês teremos as Olimpíadas de inverno. Talvez o tênis seja o quinto depois desta noite".

O próximo rival de Chung é o norte-americano Tennys Sandgren, 97º do mundo e algoz de Stan Wawrinka e Dominic Thiem. O sul-coreano o derrotou recentemente em Auckland. "Ele é um jogador muito bom", disse Chung. "Acho que ele fez suas primeiras quartas de final, como eu. Já joguei com ele uma vez e sabemos como enfrentar um ao outro. Tenho que estar pronto".

Comentários