Notícias | Dia a dia | Australian Open
Mertens tem atuação irretocável e faz semi inédita
23/01/2018 às 01h57

Mertens foi certeira com os backhands paralelos

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Logo em sua primeira aparição no Australian Open, a belga Elise Mertens tratou de fazer a melhor campanha da carreira em Grand Slam. Embalada pelo bicampeonato conquistado em Auckland, na semana que antecede a disputa em Melbourne, a tenista de 22 anos garantiu seu lugar nas semifinais ao bater a ucraniana Elina Svitolina com parciais de 6/4 e 6/0.

A atuação de gala da atual 36 do mundo não pode ser considerada uma surpresa tão grande, mesmo diante da cabeça de chave número 4, uma vez que Mertens não apenas vinha de nove vitórias seguidas, mas também ainda não havia perdido um set sequer no Melbourne Park. Ela agora espera quem passar do duelo entre a dinamarquesa Caroline Wozniacki e a espanhola Carla Suárez.

Primeira semifinalista do torneio, Mertens subirá bastante no ranking e tem tudo para debutar no top 20. Com o desempenho até então, ela vai garantindo o 20º posto na lista da WTA, mas ainda pode ser ultrapassada por Carla Suárez, que vem um pouco abaixo e que ainda segue firme na competição. Do outro lado, Svitolina sai da briga pelo número 1, mas pode ainda ganhar um lugar.

Mertens deu uma aula em Svitolina no duelo desta terça, principalmente com as bolas vencedoras na paralela. A belga terminou a partida com 26 winners e 20 erros não forçados, ao passo que a ucraniana somou apenas 14 winners e desperdiçou as mesmas 20 bolas em erros.

Desde o início da partida, a belga mostrou que estava afiada e já no terceiro game conseguiu sua primeira quebra, ampliando a vantagem no sétimo. Svitolina chegou a devolver um dos breaks no oitavo, mas não teve forças para mais do que isso e acabou mesmo perdendo o primeiro set. A história da segunda parcial foi ainda pior para a ucraniana, que não venceu um game sequer e acabou levando um 'pneu' de Mertens.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series