Notícias | Dia a dia | Australian Open
Federer não pensa no recorde absoluto de Slam
29/01/2018 às 12h59

Federer levou o troféu do Australian Open para passear

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Primeiro homem a alcançar a marca de pelo menos 20 títulos de Grand Slam, o suíço Roger Federer ainda está um pouco distante do recorde absoluto de títulos deste porte que pertence à australiana Margaret Court, com 24 taças. Entre eles estão também a norte-americana Serena Williams (23) e a alemã Steffi Graf (22).

"Eu não acho que serei capaz, mas também não acanhava que chegar a 20 seria possível. De qualquer maneira, está muito longe e não penso nestes números, que são surreais. Estou feliz se ficar com estes 20 títulos que já conquistei", comentou o suíço, que nesta segunda-feira levou o troféu Norman Brookes para passear em Melbourne.

"Não posso garantir que serei capaz de vencer mais uma vez o título aqui, mas é claro que gostaria de repetir essa experiência. Não imaginava que pudesse defender a conquista do ano passado e consegui, então talvez eu possa mesmo voltar aqui em 2018 e ganhar. Mas provavelmente não é isso que deverá acontecer", observou Federer.

Ainda com o calendário indefinido para as próximas semanas, o suíço primeiro quer pensar em aproveitar o momento para depois ver o que vai fazer. "Estou entusiasmado por não ter obrigações nas próximas semanas, quero ficar na minha e aproveitar o tempo para comemorar", afirmou o tenista da Basileia, que não está inscrito em torneio algum até o Masters 1000 de Indian Wells.

Entretanto, com a perspectiva de voltar ao número 1, ele pode mudar os planos se estiver se sentindo bem. "Conversamos com o ATP 500 de Dubai quando começou o Australian Open e eu disse que gostaria de esperar o fim do torneio para decidir algo e o mesmo vale para a temporada de saibro. É possível que eu jogue alguma coisa, mas só vou decidir isso na próxima semana", falou.

Comentários