Notícias | Dia a dia
Wozniacki admite que desgaste afetou rendimento
02/02/2018 às 18h00

Wozniacki caiu nas quartas na Rússia uma semana após título em Melbourne

Foto: Site Oficial

São Petersburgo (Rússia) - Após a eliminação nas quartas de final do WTA Premier de São Petersburgo, Caroline Wozniacki reconhece que o desgaste acumulado pelas duas semanas do Australian Open, onde conquistou o título no último sábado, comprometeu seu desempenho em quadra no torneio russo em quadras duras e cobertas.

"Ontem eu joguei muito melhor. Eu tinha mais energia. Hoje eu cometi muitos erros. Daria jogou bem, especialmente quando mais precisava. A combinação de todos esses fatores afetou esse resultado", disse Wozniacki após a derrota por 7/6 (7-2) e 6/3 para a russa Daria Kasatkina nesta sexta-feira.

"Fiz o meu melhor para jogar bem. Fui agressiva, especialmente quando o lado da quadra onde eu queria jogar estava aberto, mas quando você não tem 100% de energia, você faz esses erros. Mas necessário enaltecer minha adversária, ela jogou muito bem e foi agressiva", explica a dinamarquesa, que cometeu 35 erros não-forçados na partida de 1h31.

"É muito difícil recuperar corpo depois da Austrália e jogar um torneio já na semana seguinte. Eu tentei muito mostrar meu melhor tênis. Ontem eu fiz uma excelente partida e até me surpreendi com o quão bem eu joguei, mas hoje eu simplesmente não tinha o suficiente", comentou a jogadora de 27 anos, que vinha de uma boa vitória contra a também russa Anastasia Potapova na última quinta-feira.

Depois de voltar à liderança do ranking mundial depois de seis anos, Wozniacki também foi perguntada sobre a possibilidade de tentar, pela terceira vez na carreira, fechar uma temporada na primeira posição.

"Eu já terminei o ano duas vezes no como número 1 do mundo. Agora, eu apenas tento curtir o tênis. O principal não é me machucar e continuar saudável. E então eu terei a chace de terminar o ano como número 1 de novo e também preciso planejar bem meu calendário de torneios", disse a dinamarquesa, que já conseguiu o feito em 2010 e 2011.

Perguntada se sua algoz pode ser campeã em São Petersburgo, Wozniacki acredita que a jovem russa de 20 anos tem boas chances, mas aponta Petra Kvitova como a principal favorita. "Daria tem boas mãos e um bom tempo de bola. Acho que ela pode conseguir. Já está na semifinal e tudo pode acontecer", disse a dinamarquesa. "No entanto, eu também vi o quanto Petra Kvitova jogou bem hoje. Se me pediram para nomear uma favorit, então eu diria que é a Petra. Daria é uma jogadora muito talentosa, ela também tem uma chance".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis