Notícias | Dia a dia
Nadal sente melhora e desafia o saque de Opelka
14/03/2022 às 22h46

Nadal acredita que melhorou em relação à estreia em Indian Wells

Foto: BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) - Depois de vencer seu segundo jogo no Masters 1000 de Indian Wells, Rafael Nadal sentiu uma melhora em relação à partida de estreia. O espanhol vinha de uma partida definida apenas no tiebreak do terceiro set contra Sebastian Korda no último sábado, e desta vez conseguiu superar o britânico Daniel Evans em sets diretos.

"A partida não começou do jeito que eu queria, mas consegui acertar algumas boas passadas em alguns momentos importantes, e então as coisas começaram a melhorar um pouco", disse Nadal, após a vitória por 7/5 e 6/3. "Foi uma vitória importante, contra um adversário complicado. Ele joga muito bem taticamente, usando muito bem seu slice, depois sendo agressivo, mudando o ritmo nos pontos".

"Acho que meu saque foi um pouco melhor hoje. Não sei a porcentagem, mas a sensação foi de que eu estava sacando melhor. Também comecei a fazer mais winners com meu forehand, coisa que no outro dia eu não conseguia. É claro que o início não foi perfeito, mas tive a sensação de estar mais confortável para bater na bola com o forehand e pude mudar de direção com mais frequência. Isso é passo a passo", avaliou o espanhol, que liderou a estatística de winners por 26 a 14 e cometeu 27 erros não-forçados, três a mais que o rival.

Duelo com Opelka nas oitavas de final
Garantido nas oitavas de final em Indian Wells, Nadal enfrenta na próxima fase o norte-americano Reilly Opelka, 17º do ranking, que derrotou o canadense Denis Shapovalov por 6/7 (4-7), 6/4 e 6/4 em 2h16 de jogo. O veterano espanhol de 35 anos e número 4 do mundo, venceu o único duelo anterior contra Opelka, disputado no saibro de Roma no ano passado.

"Eu preciso continuar evoluindo. Já tive uma pequena melhora hoje e isso é muito importante, porque a próxima rodada será muito difícil. Tenho outro dia amanhã para treinar. E não vou ter chance de continuar se não jogar muito bem. Se não, vou voltar para casa. Espero poder aumentar meu nível. Eu não estou longe disso, então vamos ver se eu sou capaz de fazer isso acontecer", explica o espanhol, que faz o melhor início de temporada da carreira e venceu todos os 17 jogos que disputou em 2022.

A vitória desta segunda-feira também foi especial para o espanhol que chegou a 400 triunfos em torneios de nível Masters 1000. Ele é o primeiro jogador a atingir essa marca. Já em número de títulos, possui 36 conquistas, uma a menos que o recordista Novak Djokovic. "Eu não sabia nada sobre isso, mas são bons números, é claro".

Comentários