Notícias | Copa Davis
Emocionado, herói Sorgi espera agora embalar
04/02/2018 às 10h03

Sorgi ainda busca entrar na faixa dos top 200 pela primeira vez

Foto: Divulgação

Santo Domingo (República Dominicana) - Chamado de última hora para o time da Copa Davis após as recusas de convocação de Rogério Silva e Thomaz Bellucci, o paulista João Pedro Sorgi passou por teste de fogo neste fim de semana. Sobre piso sintético rápido e diante da torcida adversária, ele deu o quinto e decisivo ponto para o Brasil no duelo diante da República Dominicana.

"Sem palavras para descrever tudo o que aconteceu esta semana, muita emoção. Tudo isso foi consequência de uma união muito forte da equipe, me senti muito acolhido aqui. Trabalhamos muito durante a semana", afirmou o emocionado Sorgi. "Esta não é uma vitória só minha, mas também do meu treinador Christian Kodazs, do meu psicólogo Aparício Menezes. Tem gente por trás de mim. Minha família, todo mundo que torce e manda essa energia".

Vindo de derrota apertada na sexta-feira em sua estreia na competição, Sorgi entrou com a responsabilidade de fazer a partida decisiva e ainda por cima perdeu o primeiro set para Roberto Cid. "Entrei com esse espírito de luta, vesti a camisa do Brasil, coloquei o coração na raquete e lutei do primeiro ao último ponto, independente de ganhar ou perder, ainda mais num quinto ponto como este que é difícil, lutado, tendo jogado uma partida muito disputada no dia anterior".

O tenista de 24 anos e 364º do ranking quer embalar. "Isso prova para mim que tenho muita força pra dar. É acreditar mais em mim e usar esses aprendizados e experiências e ir trabalhando, tenho muito a melhorar. Quero usar toda essa energia para minha temporada e, se for convocado uma outra vez, espero representar tão bem como acho que fiz agora. Estou muito emocionado e feliz por dar a vitória ao país e representar essa equipe que é muito unida", comemorou o estreante.

O Brasil terá de jogar fora de casa mais uma vez nas semifinais do Zonal Americana e buscar vaga na repescagem do Grupo Mundial. O duelo contra a Colômbia será entre os dias 6 e 7 abril. A equipe colombiana passou sem maiores dificuldades por Barbados, pelo placar de 4 a 0.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series