Notícias | Dia a dia
Wozniacki faz 46 winners e sustenta a liderança
16/02/2018 às 17h12

Wozniacki precisou ser agressiva para se manter na liderança do ranking

Foto: Divulgação

Doha (Qatar) - Foi sofrido, mas Caroline Wozniacki conseguiu sustentar a liderança do ranking mundial por mais uma semana. A dinamarquesa garantiu a permanência na primeira posição após vencer um duelo de 2h20 contra a alemã Angelique Kerber por 7/6 (7-4), 1/6 e 6/3 para chegar à semifinal do WTA Premier de Doha.

Wozniacki iniciou a semana com a posição ameaçada por Simona Halep. Depois que a romena chegou às quartas, a dinamarquesa fez seus últimos dois jogos correndo o risco de perder a liderança em caso de derrota. A atual número 1 ainda terá a posição ameaçada na semana que vem em Dubai, já que terá 585 pontos descontados e só pode defender no máximo 470 pois o torneio trocou de categoria com Doha.

A vitória no Qatar foi a sexta de Wozniacki em 14 jogos contra Kerber. Garantida em sua terceira semifinal do ano, a campeã do Australian Open enfrenta a vencedora da partida entre a tcheca Petra Kvitova e a alemã Julia Goerges em busca de sua 53ª final na carreira.

Conhecida como uma jogadora tradicionalmente defensiva, Wozniacki precisou ser mais agressiva no confronto entre duas atletas muito sólidas do fundo de quadra. A dinamarquesa anotou 46 winners contra 37 de Kerber, enquanto a estatística de erros não-forçados foi equilibrada com 29 para a dinamarquesa e 30 para sua rival. Curiosamente, a alemã fez um ponto a mais no jogo, 108 e 107, e também quebrou mais vezes, quatro contra três de Wozniacki.

O primeiro set foi disputado em uma intensidade altíssima, com muitos ralis longos e games cheios de alternativas. Tanto que cada jogadora criou seis break points, mas aconteceram apenas duas quebras durante toda a parcial, que durou 1h12 e teve 29 winners para Wozniacki e 23 para Kerber.

A alemã salvou dois break points logo em seu primeiro game de saque, conseguiu a quebra logo na sequência e vinha sustentando seu serviço por mais que Wozniacki a ameaçasse para liderar por 5/3. A reação da dinamarquesa veio na hora certa, vencendo oito dos dez pontos seguintes para empatar o placar. A número 1 do mundo reverteu um 0-40 no game seguinte e chegou a ter um set point antes do tiebreak, mas só venceria a parcial no game-desempate.

A parcial seguinte foi muito mais rápida, com 24 minutos de disputa. Kerber perdeu apenas três pontos em seus games de serviço, enquanto Wozniacki anotou apenas cinco bolas vencedoras. Dois games de saque muito ruins da dinamarquesa foram significativos. No primeiro, uma dupla-falta e um smash errado. Pouco depois, uma vantagem de 40-15 foi para o espaço com quatro erros não-forçados seguidos.

No começo do terceiro set, Wozniacki foi quebrada de zero e dava sinais de desgaste. A dinamarquesa então tentou ser mais agressiva em suas devoluções para encurtar os pontos. A estratégia rendeu o empate imediato. Os games seguintes foram equilibrados, ainda que não repetissem a mesma intensidade do set inicial. Kerber cometeu alguns erros em pontos importantes e acabou permitindo a quebra no oitavo game. Sacando para o jogo, a dinamarquesa conseguiu manter o foco e conseguiu vencer a importante partida desta sexta-feira.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis