Notícias | Copa Davis
ITF planeja sede única e curta duração para Davis
26/02/2018 às 13h56

Fundo de investimentos comandado por Piqué deve injetar US$ 3 bi na competição

Foto: Reprodução/Twitter

Londres (Inglaterra) - A ITF anunciou nesta segunda-feira um plano de negócio de 25 anos no valor de US$ 3 bilhões com o fundo de investimentos Kosmos, que deverá modificar o formato de disputa da Copa Davis visando maior retorno financeiro da competição.

O quadro de diretores da ITF aprovaram por unanidade a proposta de transformar o Grupo Mundial da Davis em um torneio com uma semana de duração e jogos em melhor de três sets. Dezoito países participariam da elite competição, que teria sede única com fase de grupos e playoffs a partir das quartas de final até a definição do campeão.

Os jogos aconteceriam no mês de novembro, durante a semana que tradicionalmente recebe as finais da Copa Davis. Os dezesseis países do atual Grupo Mundial estariam automaticamente classificados e outras duas vagas ficariam em aberto. Na mesma semana, também seriam disputados playoffs com oito países vindos dos zonais para a definição de participantes do ano seguinte.

A proposta ainda precisa da aprovação na Reunião Geral Anual da ITF, que acontece no mês de agosto em Orlando, na Flórida. São necessários dois terços de votos a favor para que o projeto seja aprovado e colocado em prática já a partir de 2019.

O jogador de futebol do Barcelona Gerard Piqué é fundador e presidente da Kosmos. O grupo é apoiado por Hiroshi Mikitani, CEO da Rakuten, empresa japonesa do ramo de e-commerce e que atualmente é o patrocinador principal do clube catalão. A ideia da ITF é que o investimento da Kosmos aumente a premiação em dinheiro das federações e possa fomentar projetos de desenvolvimento do tênis.

O presidente da ITF, David Haggerty, disse: "Este é um completo divisor de águas para a ITF e para o tênis. Nosso conselho de administração apoiou um plano arrojado e ambicioso para o futuro da Copa Davis, um dos eventos mais apreciados e importantes do esporte e uma pedra angular fundamental em nossa estratégia ITF2024".

"Nossa visão é criar um grande evento para o final de final de temporada, com os maiores jogadores do mundo representando seus países para decidir os campeões da Copa Davis", acrescenta o dirigente norte-americano. "Esta nova parceria não apenas criará uma verdadeira Copa do Mundo de Tênis, mas também trará níveis recorde de novos investimentos".

Gerard Piqué disse: "A Kosmos está entusiasmada por participar desta parceria com a ITF. Juntos, podemos levar a Copa Davis a um novo patamar, criando uma Copa do Mundo com as melhores nações e melhores jogadores. A Kosmos também investirá US$ 3 bilhões ao longo de 25 anos no tênis, que ajudará a desenvolver o esporte em todo o mundo".

Já a recente mudança adotada nos zonais, com jogos em melhor de três sets e confrontos disputados em dois dias, será mantida. As eliminatórias continentais dos Grupos I e II continuariam com sistema de jogos dentro e fora de casa espaçados em três semanas no calendário. Já os Grupos III e IV seguem com eventos de uma semana e fases de grupos.

Comentários