Notícias | Dia a dia
'Não voltarei até estar 100%', afirma Bartoli
07/03/2018 às 20h26

Bartoli não joga profissionalmente desde 2013

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Afastada do circuito desde 2013, meses após conquistar Wimbledon, seu único título de Grand Slam, a francesa Marion Bartoli anunciou que irá sair da aposentadoria no ano passado. Nesta segunda-feira, ela participou da série de exibições Tie Break Tens, que aconteceu no Madison Square Garden, e garantiu que não tem pressa para o retorno.

"Em termos de golpes, não estou muito longe de meu melhor nível. Depois disso preciso pegar movimentação dentro de quadra, que hoje em dia é um dos fatores mais importantes no tênis feminino e aquele que mais preciso melhorar", afirmou a ex-número 7 do mundo em entrevista ao L'Equipe.

"Preciso também encontrar um pouco mais de velocidade no meu serviço, mas não sinto dor alguma no ombro, o que é muito bom para mim. Tive que mudar minha técnica e ainda estou me acostumando com a novidade, algo que leva um tempo", acrescentou Bartoli, que foi derrotada pela norte-americana Serena Williams no evento em Nova York.

A francesa afirmou que os treinamentos estão muito intensos do que quando estava em sua melhor forma. "Necessito estar preparada fisicamente para poder brilhar, recuperar meu peso e toda a musculatura que perdi. Adoro jogar tênis e isso é o que mais me faz feliz", contou Bartoli, que prefere não colocar metas para a sua volta ao circuito.

"Não posso definir objetivos em relação a ranking ou títulos porque é algo muito difícil. O grande objetivo é me encontrar bem fisicamente e não voltarei até estar 100%", encerrou a tenista de 32 anos, que conquistou oito títulos como profissional no circuito da WTA e teve outros 11 vice-campeonatos.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis