Notícias | Dia a dia
Serena sente evolução e lamenta enfrentar Venus
11/03/2018 às 11h44

Serena acertou 22 winners, mas perdeu quatro serviços

Foto: Site oficial

Indian Wells (EUA) - Duas partidas, nenhum set perdido. Serena Williams voltou ao circuito 14 meses depois, agora mãe de Alexis Olympia, e luta contra a falta completa de ritmo para retomar a carreira. Na vitória de sábado à noite sobre Kiki Bertens, revivendo a semifinal de Roland Garros de 2016, disparou 22 winners mas perdeu serviços.

"Estou chegando lá, mas ainda tenho muito pela frente", avalia ela, que está sem ranking. "Me senti bem melhor do que na primeira rodada, ainda que enfrente alguma ferrugem. Tenho cometido erros que normalmente não faço. Acho que estou vivendo uma fase de testes, como viajar com o bebê. Tudo é novo para mim".

Serena gostou do desafio diante de Bertens, a quem venceu por 7/6 e 7/5 após 1h51. "Ela jogou realmente bem todo o primeiro set, esteve na frente. Por isso, foi importante ganhar aquele tiebreak e ganhar o primeiro set. Consegui reagir dentro da partida, mantive o espírito de luta".

Na segunda-feira, reencontrará Venus por vaga nas oitavas de final. Este será o 29º duelo entre as duas irmãs, que se cruzaram pela última vez justamente na final do Australian Open de 2017 quando Serena superou a marca de Steffi Graf e atingiu o 23º Grand Slam.

"Venus teve um ano tão bom em 2017, jogou um tênis fantástico. Teria de jogar contra uma cabeça de chave mais cedo ou mais tarde, e não importa se é Venus ou outra. Claro que gostaria que não fosse ela, qualquer outra menos ela. Não gosto definitivamente de enfrentá-la, mas uma vez que a batalha começa eu entro no jogo".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis